Slider[Style1]

Style10

impostometro de Petrolina

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Publicidade

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Neymar x Thiago Silva: velhos conhecidos da seleção brasileira frente a frente (Reprodução / Foto: Infoesporte)


Os dois últimos resultados pelo Campeonato Espanhol, ambos no Camp Nou, deram uma renovada no ânimo do Barcelona e sua torcida: 6 a 1 sobre o Sporting Gijón e 5 a 0 sobre o Celta de Vigo. Coincidência ou não, é exatamente da vitória por cinco gols de diferença que o time catalão precisa para conseguir a chamada "remontada", ou seja, a virada na situação após a emblemática derrota por 4 a 0 sofrida há três semanas, no Parc des Princes. O Paris Saint-Germain alcançou o posto de favorito à vaga nas quartas de final da Liga dos Campeões com o resultado conquistado no jogo de ida. Mas será que é possível? O Barça pode conseguir um milagre? A bola vai rolar às 16h45 (horário de Brasília) desta quarta-feira, com transmissão ao vivo da TV Globo e do GloboEsporte.com. A cobertura no site começa às 15h45, com pré-jogo em vídeo. Não perca!E assista ao vídeo acima para saber tudo sobre essa partidaça!
Se o Barcelona for eliminado, será a pior queda do clube em 10 anos. A última vez que caiu nas oitavas de final foi na temporada 2006/07, quando sucumbiu ao Liverpool. Desde então, faturou três títulos, além de ter chegado mais quatro vezes às semifinais e outras duas às quartas.
Por falar em números, eles jogam a favor do PSG nesta situação. A última vez que o time francês perdeu por quatro gols de diferença foi há quase sete anos, em abril de 2010 - 4 a 0 para o modesto Grenoble pelo Campeonato Francês. Ou seja, o clube nunca perdeu por quatro de diferença desde que foi comprado pelo xeque do Catar Nasser Al-Khelaifi, que o transformou em uma potência da Europa graças a muito dinheiro investido em estrutura e contratações. Além disso, também faz tempo que o Paris não leva quatro gols em uma partida - a última vez foi há mais de dois anos: 4 a 2 para o Bastia, de virada, pelo Francês.
Barcelona Liga dos Campeões (Foto: GloboEsporte.com)
Caso vença por 4 a 0, o Barcelona leva a decisão para a prorrogação e, em caso de manutenção do placar, para a disputa de pênaltis. A classificação direta só virá com uma vitória por cinco ou mais gols de diferença - se o PSG conseguir balançar as redes uma vez, os catalães precisarão marcar ao menos seis gols.
No Barça o discurso é um só: a situação está complicada, mas não impossível. O atacante Luis Suárez disse na coletiva de imprensa que, se há um time capaz de inverter essa história, é o Barcelona. Mas tanto ele quanto o técnico Luis Enrique pediram cautela, para que "não deem uma de loucos e tentem resolver as coisas nos primeiros minutos". O treinador mostrou confiança e afirmou que, se um rival pode marcar quatro gols, o Barça pode muito bem marcar seis.
- Estou convencido de que em algum momento da partida estaremos próximos da virada. O que buscamos são objetivos de realização, resultados. O que fazer para conseguir o resultado? Isso não matemática, é futebol. Pode-se marcar quatro gols em 15 minutos, dois gols em um minuto... Tenho que me concentrar no que fazer para conseguir o resultado, as situações de jogo para chegar lá - analisou Luis Enrique.


A boa notícia para a torcida blaugrana é que o time vai completo: Messi, Neymar, Suárez, Iniesta... Todos estão confirmados na missão de buscar o milagre no Camp Nou.
No PSG, o volante Thiago Motta não se recuperou de lesão e vai desfalcar o time; Rabiot deve ser o titular. Di María, com desconforto muscular, é dúvida, e Lucas pode ganhar a vaga. O capitão Thiago Silva, que não jogou a partida de ida devido a uma lesão, voltou a formar a dupla de zaga com Marquinhos e está confirmado.
Apesar da larga vantagem, o técnico do Paris, Unai Emery, reforçou o respeito que tem pelo Barça e disse que a chave é jogar com personalidade, "sem pensar no resultado".
- Nós temos muito respeito pelo Barcelona, sabemos o que eles significam no futebol mundial, sabemos da classe dos jogadores deles. Mas, sinceramente, temos que pensar em nós, assim como fizemos na partida de ida. Pensamos no que nós deveríamos fazer para ter uma grande atuação e conseguir um resultado positivo. O que o Barcelona fez nos últimos jogos é a demonstração do que uma equipe grande como essa pode fazer. Tenho respeito por eles, mas tenho confiança e força em nós mesmos. Vai ser uma final e temos que jogar 100% para que tudo siga bem - afirmou o grande destaque do PSG, Edinson Cavani, ao GloboEsporte.com.
Outra atração do duelo é Messi x Cavani. O argentino e o uruguaio têm brigado rodada a rodada pela artilharia da Europa. Neste momento, o camisa 10 do Barça está um gol na frente: marcou 38 vezes em 37 jogos, enquanto o camisa 9 do PSG fez 37 gols em 36 partidas. Mas Cavani tem média levemente melhor: 1,0277 a 1,0270. Qual dos dois levará a melhor nesta quarta?
Prováveis escalações:
Barcelona: Ter Stegen, Sergi Roberto, Piqué, Mascherano e Jordi Alba; Busquets, Rakitic (Rafinha) e Iniesta; Messi, Suárez e Neymar. Técnico: Luis Enrique.
Paris Saint-Germain: Trapp, Meunier, Marquinhos, Thiago Silva e Kurzawa; Rabiot, Matuidi e Verratti; Lucas (Di María), Draxler e Cavani. Técnico: Unai Emery.
Árbitro: Deniz Aytekin (Alemanha)
Assistentes: Guido Kleve (Alemanha) e Markus Häcker (Alemanha)

Fonte: GloboEsporte.com

Sobre montieur monteiro

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você