Slider[Style1]

Style10

impostometro de Petrolina

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Publicidade

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Armas foram apreendidas e celulares e dinheiro foram recuperados no bairro de Maranguape (Foto: Reprodução/WhatsApp)


Seis suspeitos de participarem de um assalto à agência do Banco do Brasil situada na via local da Avenida Agamenon Magalhães, na área central da capital pernambucana, foram presos no final da tarde desta terça-feira (7). De acordo com a Polícia Militar, a prisão aconteceu no bairro de Maranguape, em Paulista, na Região Metropolitana do Recife, após o grupo ser localizado através do sistema de monitoramento por GPS de um dos celulares roubados na ação. São cinco homens e uma mulher.

(Correção: ao ser publicada, esta reportagem errou ao informar que cinco homens haviam sido presos, como informado inicialmente pela polícia. A informação, passada pela polícia, foi retificada por volta das 19h15, com seis prisões. O erro foi corrigido às 19h28.)

Com o grupo, foram apreendidas armas e recuperados objetos de clientes e funcionários, além de malotes de dinheiro do banco e um veículo utilizado no roubo, segundo a assessoria de imprensa da PM. Três equipes da força-tarefa contra assaltos a bancos participaram das buscas, além de um helicóptero da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS-PE).

Os presos e os materiais apreendidos foram levados para o Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Depatri), no bairro de Afogados, na Zona Oeste do Recife.

O assalto

Inicialmente, a Polícia Militar havia divulgado que dois homens tinham assaltado clientes e funcionários da agência. Após render os vigilantes do local, os assaltantes levaram celulares, carteiras, joias e fugiram de moto. Toda a ação durou menos de 15 minutos e ocorreu por volta das 15h30 desta terça-feira (7).

Por meio de nota, a assessoria de imprensa do Banco do Brasil confirmou o assalto na agência, mas informou que, "por questões de segurança, não divulga detalhes para não atrapalhar as investigações". Informações do G1 PE.

Sobre montieur monteiro

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você