Slider[Style1]

Style10

impostometro de Petrolina

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Publicidade

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

(AsCom Prefeitura de Petrolina)


Na manhã desta segunda-feira (13), profissionais da Atenção Básica de Petrolina(PE), entre eles, enfermeiros, técnicos de enfermagem, agentes comunitários de saúde, médicos, psicólogos, nutricionistas e educadores físicos, participaram de uma capacitação sobre a patologia Mucopolissacaridose. O evento, que aconteceu no auditório da Facape, vai seguir até a próxima quarta-feira (15).

O objetivo do evento é apresentar esta doença aos profissionais de saúde da Atenção Básica, para que a síndrome possa ser conhecida, suspeitada ou até reconhecida, diante de um paciente, para que possam ser tomadas as medidas necessárias e direcionamento ao tratamento.

O gerente de educação em Saúde, Samuel Oliveira, ressaltou a importância da capacitação da equipe. “A Atenção Básica é a porta de entrada dos usuários ao SUS, sendo assim, a atualização e capacitação contínua sobre doenças que atingem a população, é de substancial importância para uma melhor assistência à saúde da comunidade. No caso da Mucopolissacaridose, a identificação e diagnóstico precoce possibilitam tratamento adequado e melhor qualidade de vida aos portadores desta síndrome, minimizando as complicações decorrentes”, concluiu.

A Mucopolissacaridose, também conhecida como MPS, é uma doença genética e rara. O Brasil é o primeiro no mundo, em relação ao número de casos de pacientes diagnosticados. A região Sudeste possui o estado com maior incidência da doença no Brasil. No Nordeste, Pernambuco é o segundo estado em número de pacientes no nosso país.

Sobre montieur monteiro

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você