Slider[Style1]

Style10

impostometro de Petrolina

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Publicidade

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Demetrious Johnson encaixa chave de braço em Wilson Reis (Foto: Getty Images)


O jeito discreto contrasta com os números dominantes de Demetrious Johnson. Único campeão do peso-mosca na história do Ultimate, o americano igualou, na noite deste sábado, na luta principal do "UFC: Johnson x Reis", em Kansas City (EUA), o recorde de Anderson Silva de defesas de cinturão. O triunfo sobre Wilson Reis por finalização com uma bela chave de braço aos 4m49s do terceiro round foi o 10º colocando seu título em jogo, mesmo número que apenas Spider ostentava na organização até este dia.

Johnson já era o campeão mais dominante do UFC na atualidade e agora pode se orgulhar também de ser o mais dominante da história da organização, ao lado de Anderson. No cartel, são 26 vitórias, duas derrotas e um empate. São 12 resultados positivos consecutivos. A divisão até 57kg parece não ter adversários para ele.

- É muito especial. Foi uma ótima noite. No treinamento, me disseram para eu ser eu mesmo, e foi o que fiz. Nunca me senti tão bem quanto nesse camp. Anderson Silva e GSP são grandes campeões, mas eu sou o melhor campeão que já pisou no octógono - disparou o Mighty Mouse.

Wilson Reis teve interrompida uma sequência de três triunfos e perdeu pela sétima vez na carreira, além de ter 22 vitórias.

A luta

Wilson começou tentando pressionar, mas não é fácil encurralar o campeão. A movimentação incessante e o tempo de entrada e saída impressionam, apesar de não ser mais surpresa a esta altura. O desafiante buscava a luta, mas tinha dificuldade de entrar no raio de ação. Aproveitando um chute baixo, o brasileiro marcou o tempo e derrubou, mas Johnson ficou de pé rapidamente e usava os chutes para controlar a distância, além de rápidas combinações. WIlson tentou um double leg e quase levou para baixo, mas o campeão é completo e rechaçou a investida.

O desafiante seguiu em sua caça atrás de Demetrious. Um clinche no início deu esperança de que a queda viesse posteriormente, mas o Mighty Mouse se desvencilhou e, pouco depois, quase conseguiu a queda ao dominar as costas do brasileiro, que também conseguiu se livrar. Na trocação, Johnson não era contundente, mas era eficiente e claramente mais rápido. Ele voltou a pegar as costas de Wilson, que deu uma cambalhota para sair. O brasileiro marcou o tempo de um chute para conectar boa esquerda no rosto do campeão, que respondeu com jabs e um direto de direita. Johnson ficava cada vez mais confortável na luta, conectando combinações precisas. O rosto do desafiante já estava bastante machucado e uma joelhada de encontro na linha de cintura levou Wilson ao solo. Demetrious castigou no ground and pound, mas o cronômetro zerou, impedindo o nocaute no segundo round.

Enfrentar Demetrious Johnson é difícil demais. Faltam brechas no jogo do campeão. Wilson tentava de tudo. Buscava quedas, jogava golpes - a maioria no vazio - e caminhava em direção ao rival sem medo. Mas Johnson é cirúrgico em tudo que faz dentro do octógono. Mesmo com a clara superioridade em pé, o americano sentiu um bom momento para derrubar e passou a guarda de um faixa-preta de jiu-jítsu com enorme facilidade. Ele desferiu cotoveladas da posição de 100kg, e Wilson conseguiu colocar a guarda e apoiar os pés na virilha para tentar afastar. Johnson ganhou a meia-guarda e voltou a estabilizar a posição no solo. Outra série de golpes no ground and pound e uma transição espetacular para a chave de braço forçaram Wilson Reis a dar os três tapinhas. A história estava feita.
UFC Fight Night
15 de abril, em Kansas City (EUA)


 Kansas City, EUA


Sobre montieur monteiro

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você