Slider[Style1]

Style10

impostometro de Petrolina

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Publicidade

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Levi assistiu o primeiro jogo da semifinal entre Santa Cruz e Salgueiro, no Arruda (Foto: Reprodução/ Facebook)


Recuperando-se de lesão na tíbia, sofrida na partida contra o Sport, durante o hexagonal do título, o volante Levi estará ligado no confronto decisivo entre Salgueiro e Santa Cruz, neste sábado, pela semifinal do Campeonato Pernambucano. O tratamento está sendo feita no Recife. De lá, o jogador de 26 anos, autor de dois gols no estadual, incentiva os companheiros do Carcará, que precisam reverter a vantagem conquistada pelo Santa Cruz no primeiro jogo.

– Falar para eles que todo trabalho árduo que foi feito no começo da temporada foi para que pudéssemos chegar a esse jogo da semi e, consequentemente, as finais. Eles estão tendo a chance de levar o nome do clube a um lugar onde nunca foi alcançado, o título. Então, esse jogo é muito importante. Eu queria muito pode estar lá dentro das quatro linhas, ajudando meus companheiros, mas infelizmente aconteceu esse acidente comigo e não posso. Mas eles podem e tenho certeza que cada um vai dar seu melhor. Desejo boa sorte a cada um, capacidade e muita fé em Deus – diz Levi.

O salgueiro precisa vencer por dois gols de diferença para garantir a vaga nos 90. Vitória por um gol leva a definição da semifinal para as cobranças de pênaltis. Levi, que esteve no estádio do Arruda na partida de ida, quando o Santa venceu por 1 a 0, espera que o Carcará imponha seu ritmo de jogo desde o início.

– Vamos jogar em casa, o pessoal está motivado, está tudo em aberto. Com humildade e respeito ao Santa Cruz, mas se a gente impor nosso ritmo do começo ao fim, vamos conseguir sair com resultado favorável. 


Levi está fazendo fisioterapia para ajudar na recuperação (Foto: Levi Silva/ Arquivo Pessoal)


Um dos reforços do Carcará para a temporada, Levi deve ficar fora dos gramados até julho.O volante conta que passou por uma cirurgia há 15 dias e que está se empenhando no tratamento para poder voltar a vestir a camisa do Salgueiro antes do prazo estabelecido pelos médicos.

– A recuperação está bem, graças a Deus. Estou fazendo a fisioterapia para pode voltar o mais rápido possível. Difícil para um atleta ficar fora dos gramados, mas Deus sabe de todas as coisas. A cabeça tem que estar boa, e focar. Informações do Emerson Rocha / Globoesporte / Salgueiro,PE

Sobre montieur monteiro

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você