Slider[Style1]

Style10

impostometro de Petrolina

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Publicidade

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

(Foto: Ivaldo Reges​)


Um dos equipamentos de maior importância para a população de baixa renda da capital do Sertão do São Francisco voltou a funcionar nesta quarta-feira (12). O prefeito Miguel Coelho reinaugurou o Restaurante Popular de Petrolina. O equipamento, que estava fechado após sofrer vandalismo e saques no final do ano passado, recebeu uma série de melhorias e reformas por meio de investimento superior a R$ 190 mil.

Entre as principais ações para garantir o funcionamento em condições adequadas, a Prefeitura de Petrolina realizou troca de piso, portas e cercas; pintura geral, substituição de mesas, bancos e louças sanitárias; revisão elétrica e implantação de novo gradil. Ainda foram comprados equipamentos para cozinha como panelas, bandejas, refresqueira, além da instalação de uma TV e uma nova decoração para o refeitório.


(Foto: Ivaldo Reges​)


Durante o evento de reinauguração, o prefeito Miguel Coelho lembrou as condições em que encontrou o equipamento e pediu à população para ajudar na conservação da estrutura. “Quando assumimos a gestão, encontramos o restaurante fechado, quebrado, faltando diversos equipamentos porque foram roubados e quem perdeu de verdade foi a população mais pobre. Agora, não adianta mais ficar procurando quem deixou desse jeito, o que devemos fazer é garantir a preservação e só peço uma coisa à população, cuidem como se fosse seu, pois o Restaurante Popular é do povo de Petrolina.”
(Foto: Ivaldo Reges​)


Frequentador há mais de dez anos do espaço, José Caldas, conhecido como “Seu Zequinha”, destacou a importância da reabertura do Restaurante Popular para a cidade. “Eu sempre digo que aqui é um lugar bom para quatro itens. Primeiro para o bolso, depois para fome, saúde e amizade. E esse restaurante, que já era bom para todos, ficou ainda melhor depois dessa reforma”, elogiou "Seu Zequinha".

Com a reabertura, o Restaurante Popular oferecerá, de segunda a sexta, refeições nos horários do almoço e jantar. No expediente da das 11h às 13h, a população pagará R$ 1,50 pelo prato, já entre as 17h e 19h, o centro de alimentação disponibilizará sopas por R$ 0,50. A expectativa é servir em média 800 almoços e 200 jantares, tudo com acompanhamento nutricional.

Sobre montieur monteiro

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você