Slider[Style1]

Style10

impostometro de Petrolina

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Publicidade

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Cinco equipes do campus se inscreveram na competição (Foto: Elidiane Poquiviqui)


Duas equipes do campus Floresta do IF Sertão-PE seguem participando da Olimpíada Nacional de História do Brasil (ONHB). Após a 2ª fase mais de 5 mil equipes de escolas públicas e privadas de todo o Brasil deixaram a competição, outras 7.700 equipes seguem em busca do prêmio e de conhecimento.

A Olimpíada é composta por cinco fases realizadas de forma online pelas equipes formadas por um professor de história e três alunos, em cada fase os alunos respondem questões e realizam tarefas, podendo contar com ajuda dos livros e da internet, a orientação do professor, e o apoio de colegas, por meio da realização de debates.

No campus Floresta, os alunos Carlos Eduardo e Helder Sá do 4º ano do Ensino Médio Integrado em Informática, Hugo César do 4º ano do Ensino Médio Integrado em Agronomia e Deysiane Basílio, Layla Guimarães e Ludmylla Nascimento, alunas do 3º ano do Ensino Médio Integrado em Informática, compõe as duas equipes que seguem na ONHB.

As tarefas que são realizadas em cada etapa são de pesquisa histórica. A segunda etapa envolveu consulta a documentos, fotos, texto, pintura, twitter, dentre outros. A Olimpíada Nacional de História do Brasil tem também como diferencial o fato das questões objetivas terem sempre mais de uma alternativa correta, assim, o debate e a pesquisa para se escolher a alternativa mais completa, que dá a equipe uma pontuação maior que as demais alternativas, torna o processo de aprendizagem mais dinâmico.



Benefícios da participação na Olimpíada transcendem resultados, afirma professor do campus  (Foto: Elidiane Poquiviqui)


“Além de aprender o conteúdo de história os alunos aprendem trabalho em grupo, como pesquisar mais a fundo o conteúdo histórico, a questionar a noção de verdade e vários conhecimentos de história que não são geralmente aprofundados em sala de aula. Nesta competição o resultado não é tão relevante quanto a própria experiência, fato que até mesmo os alunos já eliminados neste ano afirmaram que pretendem participar novamente em 2018”, afirmou o Professor de história Robson Arruda.

Curso FIC

Para formar e preparar as cinco equipes do campus Floresta que originalmente se inscreveram na Olimpíada de História, foi realizado o Curso FIC História Brasileira em Perspectiva: Curso preparatório para a ONHB, com reuniões semanais nos meses de março e abril, voltadas para preparação teórica. Já as reuniões do mês de maio tiveram como foco a realização das primeiras etapas da competição.

Para a aluna Marina Lopes Leal, do Ensino Médio integrado em Agropecuária, mesmo já tendo sido eliminada a competição continua estimulante, tanto que a estudante permanece participando das reuniões e debates. “Achei uma experiência legal e bem diferente. As questões cobradas são bem diferentes dos vestibulares e ENEM, que estamos acostumados. Na ONHB as perguntas nos fazem pesquisar, ir atrás das informações, nos sentimos menos presos, nos faz ir além do que está nos livros”, afirmou a estudante.

Após as cinco etapas da ONHB, no mínimo 200 equipes (800 participantes) são classificadas para a final presencial, que será realizada na Unicamp, em Campinas-SP, nos dias 19 e 20 de agosto. Na final, as equipes realizam uma prova dissertativa e, no dia seguinte, participam da premiação com entrega de medalhas.


Elidiane Poquiviqui

                                                                                               

Sobre montieur monteiro

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você