Slider[Style1]

Style10

impostometro de Petrolina

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Embaixadora dos Emirados Árabes visita fazenda de uva em Petrolina (Foto: Reprodução/ TV Grande Rio )


A embaixadora dos Emirados Árabes no Brasil esteve nesta quarta-feira (3) em Petrolina, no Sertão de Pernambuco. Ela visitou uma fazenda exportadora de uva localizada no município. O país árabe importa manga e uva da região. A visita aconteceu para estreitar os laços entre os países e aumentar a importação das frutas.

A visita da embaixadora, Hafsa Al Ulama, durou cerca de uma hora e meia. O gerente comercial da empresa apresentou as variedades de uva, o cultivo e a produtividade das frutas. A embaixadora conheceu o processo de embalagem das uvas e depois foi aos parreirais.

De acordo com a embaixadora, a ideia é sair de Brasília para conhecer as diferentes regiões do Brasil e identificar qual o potencial de colaboração do país. “Os Emirados Árabes Unidos funcionam como centro de distribuição no leste europeu. São grandes importadores de frutas e vegetais que conhecem o Brasil com grande importância nesse setor. Escolheram Petrolina, porque a cidade tem tido um desenvolvimento muito grande no setor de fruticultura, principalmente, em uvas e manga, e a empresa já tem o relacionamento de longa data com clientes nos Emirados Árabes Unidos, que a gente vai tentar intensificar e levar mais frutas do que a gente já faz hoje”, relatou.

Segundo o gerente comercial, Aryan Schut, que trabalha em uma fazenda de uva de Petrolina diz que a empresa importa para os Emirados Árabes Unidos 1.500 toneladas de uva por ano. “Nós temos um dos nossos clientes mais importantes nos Emirados Árabes Unidos. A gente está trabalhando para intensificar essa relação e a visita de uma embaixadora nas nossas fazendas é de extrema importância para estreitar os laços entre os países e buscar as novas possibilidades, para a gente individualmente, mas também para o setor da fruticultura, mostrando qual o trabalho está sendo feito, o nível de tecnologia, e o que está sendo aplicado e o nível de capacidade de abastecimento que a gente tem”, explicou. Informações do G1 Petrolina.

Sobre montieur monteiro

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você