Slider[Style1]

Style10

impostometro de Petrolina

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Publicidade

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Reprodução (Foto: Anderson stevens)


Não há tempo para festejar. É hora de ir direto para o campo de batalha. Para conseguir trazer de volta os bons ventos à Praça da Bandeira, o Sport entra em campo com uma grife de peso à beira do gramado contra o Botafogo, às 21h45 desta quarta-feira (31).

No duelo que vale uma vaga nas quartas de final da Copa do Brasil, o Leão vai ser comandado pela primeira vez pelo técnico Vanderlei Luxemburgo, que já dirigiu até mesmo a Seleção Brasileira, entre tantos clubes como Palmeiras, Flamengo, Corinthians e o todo poderoso Real Madrid, da Espanha. E neste primeiro desafio, Luxa não terá vida fácil. Com os 2x1 aplicados pelos cariocas no jogo de ida, no Rio de Janeiro, o estreante precisará vencer a partida para conseguir a sonhada classificação.

Em caso de empate por qualquer placar, os botafoguenses levam a melhor. Se os leoninos devolverem o mesmo placar do primeiro duelo, a decisão vai para os pênaltis. Se tomar dois tentos, os rubro-negros precisarão triunfar por dois gols ou mais de diferença, já que na Copa do Brasil existe o critério de gols marcados fora de casa.

Anunciado na última segunda-feira, Vanderlei Luxemburgo desembarcou no Recife por volta das 13h40 da terça-feira (30). Com grande presença dos torcedores no saguão do Aeroporto Internacional dos Guararapes/Gilberto Freyre, a recepção foi calorosa.

Logo em seguida, foi direto para o Centro de Treinamento José Médicis, em Paratibe. Após uma breve conversa com o elenco, conheceu as instalações modernas do clube e por volta das 16h chegou à sala de entrevistas para conceder a sua primeira coletiva como um treinador do clube nordestino.

Aos 65 anos, com um currículo invejável, mas em baixa no mercado, Luxa mostrou seu jeito autêntico, inclusive sem fugir das perguntas sobre o mau momento que atravessa na carreira. Seu último trabalho em território nacional foi no Cruzeiro, em 2015, quando deixou a Raposa com menos de 40% de aproveitamento. Porém, nem isso foi capaz de abalar a autoestima do profissional. “Eu nunca deixei de estar entre os melhores técnicos do mundo. Eu só sou cobrado porque sou um vencedor.

E isso não me abate. Pior seria se ninguém esperasse nada de mim”, comentou o técnico, para em seguida surpreender a todos com uma comparação, no mínimo, curiosa. “Alex Ferguson (ex-treinador e lenda do Manchester United, da Inglaterra) ganhou quantos títulos? Não se pode ganhar tudo”, explicou. No total, Sir Ferguson faturou nada mais nada menos do que 50 títulos em 38 anos de carreira como treinador.

Sobre o time que vai colocar hoje diante do Botafogo, nenhuma pista. Ontem, Luxemburgo decidiu fechar o treinamento. A única certeza é volta do volante Ronaldo e Diego Souza. Apesar de ter participado do aquecimento, não é possível afirmar que Samuel Xavier terá condições de jogo, já que vinha se tratando de uma lesão muscular na coxa direita. Caso não jogue, Ronaldo pode ser improvisado.

FICHA DE JOGO

Sport
Magrão; Ronaldo, Matheus Ferraz, Durval e Mena; Fabrício, Rithely, Diego Souza, Everton Felipe e Rogério (Osvaldo); André. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Botafogo
Gatito Fernandez; Emerson Santos, Joel Carli, Igor Rabelo e Victor Luis; Rodrigo Lindoso, João Paulo, Camilo; Rodrigo Pimpão e Roger. Técnico: Jair Ventura.

Local: Ilha do Retiro (Recife)
Horário: 21h45
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (ambos de SP) Transmissão: Globo e Sportv2



Fonte: Folhape

Sobre montieur monteiro

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você