Slider[Style1]

Style10

impostometro de Petrolina

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Publicidade

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Pai abandonou o filho de dois anos, após acidente em Petrolina. (Foto: Divulgação / PRF)


Um homem, ainda não identificado, abandonou o filho de 2 anos, dentro do carro, após se envolver em um acidente de trânsito nesta quinta-feira (4), na BR-428, em Petrolina, no Sertão de Pernambuco. De acordo com testemunhas, o motorista apresentava sinais de embriaguez. Quando a Polícia Rodoviária (PRF) chegou ao local, apenas a criança foi encontrada. Ninguém ficou ferido.

O acidente ocorreu entre dois carros, no quilômetro 187 da rodovia, quando os veículos se chocaram. “Segundo informações do outro carro, o homem que provocou o acidente estava alcoolizado. Para não ser preso deixou a criança, o veículo e fugiu”, disse o PRF Luiz Filho.

“Uma senhora que passava na hora se sensibilizou com a situação e ficou com a criança nos braços até a chegada da equipe. Nós acolhemos o menino e levamos para o Conselho Tutelar da cidade. Estivemos na casa do dono do veículo, mas não conseguimos encontrar o homem porque o carro não estava no nome dele. Uma tia da criança esteve na delegacia e conseguimos confirmar algumas informações”, detalhou Luiz Filho.

De acordo com o conselheiro tutelar Hiago Cavalcanti, a criança foi acolhida e levada para o abrigo Casa Anjo da Guarda.


Acidente ocorreu na BR-428, em Petrolina. (Foto: Divulgação / PRF)

“Durante a noite uma tia paterna apareceu com um advogado na instituição de acolhimento, mas como naquele momento não tínhamos como confirmar o vínculo de parentesco, não foi autorizada a liberação da criança. A situação deve ser resolvida hoje com o juiz da infância. Pelo que soubemos, a mãe da criança não está na cidade", destacou o conselheiro.

A ocorrência foi registrada na Delegacia de Polícia Civil e o responsável pelo menor de idade poderá responder pelo crime de abandono de incapaz, com pena de seis meses a três anos de detenção. Informações da Taisa Alencar / G1 Petrolina.

Sobre montieur monteiro

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você