Slider[Style1]

Style10

impostometro de Petrolina

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Publicidade

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Petrolina - PE (Foto: Jonas Santos)


O São João de Petrolina está chegando ao fim com um impacto cultural e econômico que entra para a história. Depois do ministro do Turismo, Marx Beltrão, declarar que a festa local é a melhor do Brasil, mais um fato confirma o sucesso do evento: a rede hoteleira está completamente lotada por conta dos festejos.

A procura foi tanta que até mesmo os hotéis da vizinha cidade de Juazeiro (BA), sentiram os impactos positivos da demanda. Desde o último dia 16, o pátio Ana das Carrancas vem registrando um público de mais de 70 mil pessoas por noite, muitas delas, vêm de outras cidades o que impulsiona a economia local.

De acordo com a gerente do Petrolina Palace Hotel, Glaucineide Ferreira, a grande novidade de 2017 é que a ocupação total dos leitos foi registrada não apenas na véspera do Dia de São João, mas durante todo o período junino.


(Foto: Jonas Santos)


“Em outros anos tínhamos ocupação apenas na véspera e no Dia de São João, mas este ano fomos surpreendidos com a ocupação total durante toda a semana que antecede o Dia de São João. Para se ter uma ideia, estamos com a capacidade máxima de atendimento, ou seja, temos casais que não haviam feito reserva para todos os dias, mas decidiram ficar e para atender a todos temos quartos com seis pessoas, por exemplo”, informou a gerente.

Novo público - Ainda segundo a gerente, outro fato que chama atenção é a cidade de origem de seus hóspedes. Glaucineide lembra que sempre recebeu turistas de cidades que não tinha forte tradição junina, porém, este ano, os turistas trocaram festas tradicionais pelo São João de Petrolina.

“Outro dado muito importante é que nós sempre recebíamos hospedes de cidades onde geralmente os festejos juninos são menores, mas este ano, temos recebido pessoas de cidades com forte tradição junina”, informou Glaucineide.

Em outro hotel da cidade, a gerente também comemora a grande procura, que segundo ela, superou as expectativas. “De fato, a procura este ano foi bem maior que outros anos. Percebemos isso porque mantemos contato diário com outros hotéis para indicar vagas e com certeza os festejos juninos superaram as nossas expectativas”, disse Eliane da Mata, gerente do hotel Grande Rio.

E pelo grande movimento de turistas e visitantes é possível perceber o desafio de quem viajou para prestigiar a festa. A estudante Emília de Araújo conta que veio de Teresina com dois amigos para participar dos festejos, mas acabou ficando na casa de conhecidos já que não encontrou vaga em hotéis.

“Quando vimos a programação a gente quis vir aproveitar, mas não fizemos reserva com antecedência e não achamos vagas. Ai foi aquela velha história de um amigo que conhece um amigo. A intenção era ficar num hotel, mas acabamos ficando na casa de um conhecido de um amigo nosso de faculdade”, disse Emília. A estimativa é os festejos movimentem em torno de R$ 219 milhões em Petrolina.

Sobre montieur monteiro

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você