Slider[Style1]

Style10

impostometro de Petrolina

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Publicidade

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

(Reprodução)


Um professor do Colégio da Polícia Militar de Petrolina (CPM), no Sertão de Pernambuco, foi afastado do cargo e está sendo investigado pela Polícia Civil (PC) sob a suspeita de assédio a uma estudante e de injúria real a outra aluna da instituição, que é uma ofensa com um ato de violência.

O professor está afastado desde o dia 16 deste mês. Uma investigação foi aberta pela escola e só após o fim da mesma poderão ser tomadas as medidas cabíveis. De acordo com o comandante e diretor do CPM, Marcílio Amorim, ambos os casos aconteceram no mês de junho. Um dos casos aconteceu na presença de outros alunos dentro da sala de aula.

De acordo com o delegado de Polícia Civil Daniel Moreira, um dos casos, em uma primeira análise, enquadra-se em injúria real. O professor já foi ouvido pela polícia e outros alunos citados no inquérito vão ser convocados para prestar depoimento na próxima semana. O outro caso, o inquérito está na Delegacia da Mulher e também está sendo investigado. Informações do G1 Petrolina.

Sobre montieur monteiro

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você