Slider[Style1]

Style10

impostometro de Petrolina

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Publicidade

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

(Imagem ilustrativa)


No período de janeiro a maio, Petrolina já registrou 2.529 acidentes de trânsito. Desse total, 1.837 corresponde a acidentes com motocicletas. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde o índice é considerado muito elevado, principalmente com relação aos motociclistas. No mesmo período de 2016, o município registrou 2.503 acidentes envolvendo transporte terrestre, dentre estes 1.846 correspondem a acidentes envolvendo motos.

A secretária executiva de vigilância em Saúde, Marlene Leandro, ressaltou a importância da conscientização dos condutores para o respeito às leis de trânsito.

“Os acidentes de trânsito são considerados um problema de Saúde Pública. Petrolina registra atualmente em média 600 acidentes mês, do total, cerca de 75% correspondem a acidentes de moto. Vale lembrar que o excesso de velocidade; uso de bebida alcoólica, celular e a falta de uso do equipamento de proteção estão entre as principais causas”, frisou.

Outra informação preocupante, de acordo com a secretária executiva, é o número de óbitos por acidentes. Em todo o ano de 2016 foram 114 mortes no trânsito. Nos cinco primeiros meses desse ano já morreram 37 pessoas, desse número 18 estavam conduzindo motocicletas. “Pela primeira vez nós tivemos uma redução no número de óbitos, porém, essas mortes são evitáveis e estamos trabalhando para isso”, destacou.

Nesta quinta-feira (06), a Secretaria de Saúde de Petrolina, estará lançando o projeto Vida no Trânsito. A campanha tem o objetivo de desenvolver ações educativas visando a redução dos acidentes. O evento acontecerá no auditório do Instituto de Gestão Previdenciária (IGPREV), às 9h.

Sobre montieur monteiro

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você