Slider[Style1]

Style10

impostometro de Petrolina

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Publicidade

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Presidente chinês, Xi Junping, e presidente russo, Vladimir Putin, se encontraram nesta terça-feira (4) (Foto: REUTERS/Sergei Karpukhin)


Os presidentes da Rússia, Vladimir Putin, e da China, Xi Jinping, chegaram a um acordo nesta terça-feira (4) para promover uma iniciativa em conjunto para solucionar as tensões com a Coreia do Norte, que inclui a necessidade de congelar o programa de mísseis da Coreia do Norte e também os exercícios militares conjuntos entre Estados Unidos e Coreia do Sul.

"A solução do problema na península coreana com o fim de garantir paz e estabilidade sólidas no nordeste da Ásia figura entre as prioridades da política externa comum", disse Putin à imprensa após reunir-se com Xi Jinping no Kremlin.

Em comunicado divulgado nesta terça-feira após o encontro, Rússia e China pediram que "todos os lados" demonstrem moderação e disposição para conversar. Os países conclamaram a Coreia do Norte a respeitar as resoluções da ONU a respeito de testes de mísseis e afirmaram que o lançamento do escudo antimísseis THAAD (Terminal High Altitude Area Defense) pelos Estados Unidos no nordeste da Ásia seria prejudicial para a segurança da região.

A Coreia do Norte anunciou, nesta terça-feira, o lançamento de seu primeiro míssil balístico intercontinental, um marco no programa armamentista do regime comunista, mas tanto a Rússia quanto os Estados Unidos asseguraram que o projétil era de médio alcance e que o teste não colocou em risco seus territórios. Informações daAgencia EFE / G1.

Sobre montieur monteiro

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você