Slider[Style1]

Style10

impostometro de Petrolina

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Publicidade

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

(Reprodução/Noticias ao Minuto / iStock)


Ao contrário do que a crença popular aponta, as úlceras não são provocadas pelas comidas picantes ou pelo estresse – mesmo que isso possa agravar o estado de uma úlcera já existente.


A Dra. Shipla Ravella, gastroenterologista, explica à edição da revista Women’s Health que, nos Estados Unidos, uma das principais causas de úlceras no estômago é uma infeção bacteriana chamada Helicobacter pylori. Além disso, a profissional destaca o uso prolongado de aspirinas e anti-inflamatórios não esteroides (como ibuprofeno).
Quanto às formas de saber se tem ou não uma úlcera no estômago, só o médico poderá fazer o diagnóstico depois de realizar exames. Porém, existem sintomas que podem indicar a existência do problema:
Dores de estômago. Geralmente uma sensação constante de ardor na zona central do abdomen;
Azia e/ou regurgitação. Como a úlcera está sempre rodeada de ácido, as dores de estômago podem ser muitas vezes acompanhadas por azia crônica e regurgitação (aquele sabor ácido na boca ou na parte de trás da garganta);
Náuseas e/ou vómitos. Este sintomas também resultam do processo inflamatório que o desenvolvimento da úlcera pode provocar;
Vómito e/ou fezes com sangue. As úlceras podem libertar sangue e provocar vómitos com matéria castanha ou vermelha e as fezes também podem sair com sangue ou de uma cor quase preta, o que indica que digeriu sangue.
Dor no peito. A dor de estômago provocada pela úlcera pode passar para o peito, espalhando-se pelas costas ou o peito.

Fonte: Noticias ao Minuto

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você