Slider[Style1]

Style10

impostometro de Petrolina

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Publicidade

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]



Duas estudantes francesas, do Institute EPLEFPA de la Lozère - Lycée Louis Pasteur, situado no sul da França, aproveitaram a passagem por Petrolina, no sertão pernambucano, para conhecer os detalhes do projeto Orla Nossa, que desde março, atua na revitalização do Rio São Francisco e é realizado pela Prefeitura. Kassandra Warlop e Maria Pouget são alunas do curso de Controle e Gestão de água e se interessaram pela metodologia utilizada para dar uma nova vida ao Velho Chico.

Além das etapas do projeto, as pesquisadoras discutiram ações de reuso de água a partir de algumas experiências já realizadas no norte da França ligadas a saneamento e irrigação. Durante a visita à orla da cidade, no último sábado (05), Kassandra e Maria estiveram acompanhadas do coordenador de Assuntos Internacionais do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE), Marcos Masutti. Representando o prefeito Miguel Coelho, quem conversou com as estudantes e deu detalhes das ações foi o Diretor de Projetos Ambientais da Agência Municipal do Meio Ambiente, Victor Flores.

De acordo com Victor, esse tipo de intercâmbio é importante no desenvolvimento de tecnologias que possam contribuir com a revitalização do Rio São Francisco. “Toda ação ambiental é multidisciplinar. Nessa troca de experiências, tivemos a oportunidade de conhecer algumas soluções ambientais de sucesso. Esta parceria com IF Sertão-PE está sendo muito rica para o sucesso do projeto Orla Nossa. Vamos manter o contato e conhecer mais detalhes para aproveitar o máximo de informações que possamos colocar em prática aquilo que estiver dentro da nossa realidade”, projeta Flores.

ORLA NOSSA

Com a proposta de revitalizar e preservar o ecossistema do rio São Francisco, a Prefeitura de Petrolina criou o projeto Orla Nossa. As ações, que começaram no dia 20 de março, consistem na remoção de 3.500 toneladas de baronesas e resíduos do rio e ações para diminuir as agressões praticadas contra o Velho Chico ao longo dos últimos anos. Com o trabalho realizado até agora, o nível de oxigenação da água já aumentou mais de 500% e três pontos de despejo de esgoto no São Francisco foram eliminados. O programa é resultado da parceria entre a AMMA, SEINFRAHM, Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade (SEDURBS) e Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE).


Felipe Pereira / Foto: AMMA / Ascom PMP

Sobre montieur monteiro

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você