Slider[Style1]

Style10

impostometro de Petrolina

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Publicidade

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

(Reprodução / ses)


Dentro do tripé da assistência, ensino e pesquisa preconizado pelo Imip, a Unidade de Pronto Atendimento e Atenção Especializada de Petrolina (UPAE) busca oferecer atualizações e capacitações em serviço para os seus funcionários e colaboradores. Como é o caso do treinamento para atendimento ao paciente em Parada Cardiorrespiratória (PCR) promovido esta semana pela instituição em parceria com o SAMU.

Desta vez, a iniciativa envolveu os enfermeiros da Atenção Especializada (Ambulatório, Bioimagem, Clínica e Bloco Cirúrgico), que puderam se atualizar e conhecer as mudanças nas diretrizes de ressuscitação cardiopulmonar e atendimento cardiovascular de emergência, realizadas em 2015 pela American Heart Association. Durante uma hora e meia o enfermeiro do SAMU, Nilton Paulo, falou sobre primeiros socorros, engasgo, desmaio, parada e reanimação, entre outros assuntos pertinentes.

À vontade na casa, pois já trabalhou na UPAE, Nilton realizou um treinamento dinâmico, prático e voltado para a realidade da Unidade. “A UPAE tem uma dinâmica muito diferente no Pronto Atendimento (urgência e emergência 24h) e na Atenção Especializada (serviço de especialidades), mas a equipe de enfermagem dos dois setores precisa estar preparada para qualquer eventualidade. Numa PCR cada minuto sem assistência diminui em 10% a chance de sobrevida do paciente, por isso é preciso pensar rápido e agir”, alertou aos presentes.

Contente com a parceria que deu certo, a enfermeira gerente da Bioimagem, Paloma Alves, ressaltou a importância do treinamento. “Nós não temos um histórico de PCR no setor de especialidades, mas a equipe precisa estar apta a resolver situações de emergência. No colegiado de enfermagem fiz a provocação, que foi prontamente aceita pela coordenação, e nós conseguimos Nilton que já foi colega nosso e hoje faz parte da equipe do SAMU. Então, deu tudo muito certo”, comemorou.

A iniciativa também contou com a parceria do Núcleo de Educação Permanente (NEP), que é responsável pelos treinamentos internos. “No final quem sai ganhando com isso é o nosso usuário, que passa a contar com uma assistência de ainda mais qualidade e segurança no atendimento. Ficamos felizes por mais essa oportunidade de oferecer um treinamento diferenciado, com a simulação de casos reais com boneco para os nossos profissionais e esperamos que eles tenham aproveitado bem o momento”, finaliza a coordenadora de enfermagem da UPAE, Grazziela Franklin.

Sobre montieur monteiro

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você