Slider[Style1]

Style10

impostometro de Petrolina

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Publicidade

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]



A Unidade de Pronto Atendimento e Atenção Especializada de Petrolina (UPAE/IMI) comemora esta semana uma recente conquista dos profissionais de psicologia. É que no final do ano passado, foi publicada no Diário Oficial da União a Lei 13.407/2016 sancionando o Dia Nacional do Psicólogo, antes comemorado apenas informalmente. Desse modo, esse 27 de agosto de 2017 passa a ser a primeira celebração oficial da data.

“Esse é um importante marco em defesa da categoria, pois a oficialização da data é uma forma de fazer com que a sociedade reconheça e conheça o trabalho e as áreas de atuação deste profissional”, reflete a psicóloga da UPAE, Tatiany Torres.

A profissão é antiga, foi regulamentada em 1962 e a categoria já participou de diversas lutas e movimentos fundamentais para o país, como a Luta Antimanicomial, Reforma Sanitária, Estatuto da Criança e do Adolescente, Resolução contra a Homofobia e o Plano Nacional de Educação.

“A trajetória dos psicólogos data de mais de 50 anos e começou em consultórios, foi ampliada, e hoje quase a metade dos profissionais trabalha em outros setores. A atuação do psicólogo não se restringe a questões de saúde e doença, mas à uma área bastante abrangente, que cuida da sociedade em sua totalidade, como podemos ver através do próprio engajamento social”, acrescenta Tatiany.

De acordo com a coordenadora geral da UPAE, Ana Beatriz Mota Aguiar, a Unidade sente-se feliz de prestar essa homenagem em um ano tão representativo e por poder ofertar essa especialidade no seu serviço. “Temos aqui uma psicóloga no âmbito do ambulatório e nesta data podemos ressaltar o quanto isso contribui para o reestabelecimento/manutenção da saúde integral dos nossos pacientes. Em nome de Tatiany parabenizamos a toda categoria”, ressalta.

Segundo a profissional, a UPAE oferece um espaço de acompanhamento terapêutico sistemático, que visa promover um bem estar emocional. “A partir da demanda trazida pelo paciente nós traçamos os objetivos e técnicas a serem utilizadas, levando em consideração os aspectos pessoais, relacionais e sistêmicos. Tudo visando a compreensão dos seus sofrimentos psíquicos, de sua história de vida e de seus significados a fim de possibilitar transformações e recriações existenciais. É uma visão bem holística do paciente”, finaliza Tatiany falando sobre o seu trabalho na instituição.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você