Slider[Style1]

Style10

impostometro de Petrolina

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Menino tinha apenas quatro anos e morreu no hospital (Foto: Reprodução/TV Clube)


O menino Davi Jhones da Silva Sousa, de 4 anos, morreu às 8h desta sexta-feira (22) no Hospital de Urgência de Teresina (HUT). Ele havia sido agredido com diversas pauladas na cabeça e o suspeito é um adolescente vizinho da criança, que foi apreendido na noite dessa quinta-feira (21) no conjunto Torquato Neto, Zona Sul de Teresina, onde as agressões aconteceram.

O hospital confirmou o óbito e disse que, segundo relatos da mãe da criança, o suspeito das agressões tem deficiência mental. O capitão Paulo Silas, que comandou a prisão em flagrante, disse que a versão do adolescente para justificar as agressões é “sem sentido”.

“Ele diz que o menino havia atirado nele. Uma criança de quatro anos não sabe manipular uma arma, isso não faz nenhum sentido, até porque ele não possui nenhum ferimento no corpo”, disse. Ainda não há a confirmação de que o rapaz realmente possui algum transtorno mental. Ele fugiu logo após o crime e ficou escondido em uma área de matagal próximo à sua casa, para onde retornou no fim da tarde.

Na manhã dessa quinta (21), Davi deu entrada no HUT com traumatismo craniano e com perda de massa encefálica. O diretor do hospital, Gilberto Albuquerque, afirmou que o menino passou por cirurgia para contenção do sangramento na cabeça e a equipe médica já previa que mesmo que Davi sobrevivesse, teria graves sequelas.


Adolescente apreendido disse que garoto de 4 anos atirou nele (Foto: Reprodução/TV Clube)

As agressões teriam acontecido quando o menino brincava na rua de casa. A mãe do menino informou à equipe médica, incialmente, que o rapaz havia usado uma barra de ferro nas agressões. Contudo, a polícia militar encontrou um pedaço de madeira indicado pelas testemunhas como a arma do crime. A polícia havia informado inicialmente também que o suspeito era um homem com mais de 18 anos, mas o jovem apreendido é um adolescente.

Ainda não há informações sobre velório ou sepultamento da criança. O adolescente foi autuado em flagrante, mas ainda não há detalhes sobre seu destino, devido à possível deficiência mental que o rapaz possui. As informações são de Maria Romero, G1 PI.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você