Slider[Style1]

Style10

impostometro de Petrolina

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]


Mateo Huaman, que cursa a terceira série, representou seu colégio em concurso promovido pelo governo do país sul-americano. Preocupado com sismos mundo afora, menino disse que gostaria de salvar vidas.


(Foto: Reprodução / Youtube / Juan Sequeiros)

Um peruano de apenas nove anos de idade construiu um detector de terremotos com materiais simples, como madeira, luzes LED, cabos elétricos, um tubo de aço e um alarme. O projeto do menino, Mateo Huaman, foi apresentado no concurso Eureka 2017, promovido pelo Ministério de Educação do Peru e peloo Conselho Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação Tecnológica do Peru.
A motivação de Mateo para desenvolver a invenção foi a preocupação causada pelos últimos terremotos em diversos lugares do mundo. Ele disse que gostaria de salvar vidas e assim beneficiar a população.

Com o apoio de seus professores e dos pais, Mateo elaborou seu detector em um mês. Ele é composto por um pêndulo e um tripé que o sustenta, de maneira que, quando a terra treme, o circuito elétrico é acionado e um alarme soa.

Mateo, que cursa a terceira série, representou seu colégio no Eureka. Após as várias fases do concurso, os ganhadores viajam à capital do Peru para competir na etapa nacional. Os melhores projetos serão levados a competições internacionais. (VÍDEO)

Cerca de cem estudantes dos ensinos primário e secundário no Peru participam do Eureka. O vencedor ou vencedora do concurso irá à feira mundial Intel ISEF, realizada nos Estados Unidos. A feira costuma receber cerca de 1.800 estudantes de 80 países. As informações são do Deutsche Welle.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você