Slider[Style1]

Style10

impostometro de Petrolina

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Publicidade

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Suspeito foi preso na terça-feira (27), uma semana após o crime (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)


O suspeito de matar Valdir Cerqueira de Almeida, que atuava como motorista do aplicativo Uber, em Feira de Santana, foi preso após sofrer um acidente de carro na BR-324, ser atendido em um hospital, fugir da unidade médica e só depois ter sido localizado pela polícia.

Roberto de Souza Pinheiro, de 27 anos, foi preso na terça-feira (26), uma semana após o crime. De acordo com a Polícia Civil, ele cometeu o crime e abandonou o corpo da vítima nas imediações do bairro Aviário. A faca usada por ele foi apreendida pelos policiais ainda no interior do carro.

Depois de cometer o crime, Roberto sofreu um acidente de carro na BR-324 e foi socorrido para um hospital, de onde escapou. Um agente da Polícia Rodoviária Federal informou à Polícia Civil sobre o acidente, que envolveu um carro com as mesmas características do carro de Valdir, e conseguiu uma fotografia de Roberto no hospital.

Com a imagem, os investigadores da Polícia Civil localizaram o suspeito no bairro Aviário. Ele foi levado para a Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR) e confessou o crime. Roberto teve a prisão preventiva decretada pela Justiça e foi transferido para o Presídio Regional de Feira de Santana.

Valdir foi encontrado com perfurações no pescoço, tórax, braço, mão e rosto e identificado por familiares na quinta-feira (21).

A assessoria do aplicativo Uber informou que o motorista já não realizava viagens pelo aplicativo há algum meses e não estava trabalhando no momento do crime. O Uber não informou há quanto tempo o motorista não utilizava o aplicativo. As informações são do G1 BA.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você