Slider[Style1]

Style10

impostometro de Petrolina

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Publicidade

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Carro usado no crime foi encontrado na manhã deste sábado (16) (Foto: Divulgação/ SSP)



Um dos suspeitos do assalto em que o soldado da Polícia Militar Antônio Jorge do Nascimento foi morto na noite de sexta-feira (15) foi achado morto junto ao carro usado por criminosos na ocorrência. O veículo foi achado por equipes das polícias Militar e Civil na manhã deste sábado (16).

O carro estava parado em um ponto da Estrada da Cetrel, em Camaçari. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP) o veículo havia sido roubado em Dias D'Ávila, no dia 12 deste mês. A proprietária já identificou o assaltante achado morto como sendo um dos autores do roubo. Outros dois criminosos que participaram da ação envolvendo o PM foram identificados e equipes da polícia tentam localizá-los na região.

Ainda conforme nota da SSP, o soldado baleado não estava de serviço no momento em que foi baleado, embora a PM tenha divulgado que ele fez um acompanhamento dos criminosos depois do assalto. A arma dele foi encontrada descarregada.

Assalto

De acordo com nota da Polícia Militar, o soldado Antônio Jorge, de 38 anos, foi acionado por um funcionário do posto de gasolina que havia sido roubado por indivíduos que fugiram em um veículo com restrição de roubo.

O soldado foi atingido por disparo de arma de fogo, socorrida para o Hospital Geral de Camaçari, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

O policial fez o acompanhamento dos criminosos que, ao perceberem que estavam sendo seguidos, efetuaram disparos de arma de fogo. Houve revide e o militar foi atingido.

O secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa, e o comandante-geral da PM, coronel Anselmo Brandão, determinaram prioridade na apuração e total auxílio à família do policial.

Informações sobre os autores do crime, que utilizaram na fuga um veículo modelo Corsa Hatch, da cor preta, placa com final 3371, podem ser enviadas através do Disque Denúncia da SSP (3235-0000) e 190.


Fonte: G1 BA

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você