Slider[Style1]

Style10

impostometro de Petrolina

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Armas e drogas foram apreendidas com suspeitos de tráfico e assaltos no Grande Recife (Foto: Polícia Civil de Pernambuco/Divulgação)


Quatro mulheres e três homens foram presos, no Grande Recife, sob suspeita de integrar uma organização criminosa responsável por assaltos a residências, tráfico de drogas e porte ilegal de armas de uso restrito. A quadrilha tem como característica o uso de violência, segundo os investigadores.

“Eles aterrorizavam as vítimas. Em uma ação, um dos suspeitos usou panelas, uma faca, além de dar pontapés para machucar as pessoas”, afirmou o delegado do Cabo de Santo Agostinho, Viktor Melo.

A captura ocorreu depois de a quadrilha praticar uma investida a uma residência em Enseada dos Corais, no Cabo, na noite de segunda-feira (25). O caso foi apresentado, nesta quinta-feira (28), durante entrevista coletiva, na sede da Polícia Civil, no Centro da cidade.

Com o grupo, os policiais encontraram uma submetralhadora calibre nove milímetros e duas espingardas, bem como 13 quilos de maconha e crack. Foram localizados também veículos, colete balístico, munição e uma faca "Poderemos enquadrar o grupo por crime contra o patrimônio e também por tortura", afirmou Melo.

Na ocorrência de segunda-feira, no Cabo, o grupo levou objetos das pessoas que estavam na casa e agiram com muita violência. “Duas estrangeiras foram humilhadas por eles”, disse o delegado.

Segundo o policial, dois jovens lideram a organização. A polícia atribui ao grupo mais duas investidas contra residências em Muro Alto, em Ipojuca, no Grande Recife. “Eles praticavam as ações para usar o dinheiro e investir no tráfico de drogas. Dois suspeitos ainda estão foragidos”, afirmou Viktor Melo.

A delegada de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, Morgana Alves contou que a operação foi montada a partir de informações sobre a presença do grupo na localidade de Vila do Caju, na Praia de Gaibu, no Cabo. A equipe da Operação ‘Malhas da Lei’ cumpriria um mandado e se deparou com quatro suspeitos.

Eles apontaram armas para os policiais e tentaram escapar, mas foram detidos. “Um dos homens é suspeito de sete homicídios. Um desse crimes foi contra uma grávida, em Maraial, na Zona da Mata Sul do estado”, afirmou.

Todos serão indiciados por tráfico, associação para o tráfico e porte de armas de uso restrito. Todos seguirão para a audiência de custódia, em Jaboatão dos Guararapes, na mesma região. Segundo a delegada, o grupo teria obrigado moradores a deixar a comunidade para intensificar o tráfico de drogas.

“Vamos aprofundar a investigação para saber quem teve participação e em qual crime. O importante é que esse grupo que atuava na região de Gaibu foi desmontado”, acrescentou o comandante do 18º batalhão da PM, tenente-coronel Carlos Ferraz. As informações são do G1 PE.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você