Slider[Style1]

Style10

impostometro de Petrolina

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Publicidade

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

(Reprodução / BBC Brasil)



O aparecimento de verrugas na região íntima do homem e da mulher é o principal sintoma do Papiloma Vírus Humano (HPV), uma infecção que pode ser transmitida pela via sexual e pode implicar no surgimento do câncer do colo do útero e também de outros tipos como o de vagina, pênis e ânus. Em Petrolina, no Sertão de Pernambuco, a doença lidera as queixas dos pacientes que dão entrada no Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), superando outras doenças sexualmente transmissíveis como Herpes, Sífilis, Gonorreia, Aids e outras.

De acordo com a Secretaria de Saúde de Petrolina, já foram registrados 97 casos de HPV até julho deste ano. Já em 2016, o número chegou a 208 casos durante todo o ano. Segundo a ginecologista, Juliana Raposo, a doença ainda é muito prevalente no município. " Quase 50% dos pacientes que a gente atende no CTA são com Condiloma, que são lesões benignas. A principal manifestação do HPV são as verrugas genitais, que podem desenvolver um câncer”, explica Juliana.

O HPV é um vírus que tem muita diversidade, são mais de 100 tipos e maior parte infecta o ser humano. “É uma doença transmitida pela via sexual e a prevenção é o preservativo, mas nem o preservativo protege 100%, porque a camisinha protege o pênis e a vagina internamente e o HPV coloniza a região externa, que acaba tem contato na hora do sexo. A camisinha feminina é a que protege melhor”, relata Juliana.

As mulheres geralmente não apresentam sintomas do vírus HPV, mas pode haver sangramentos, odores e emagrecimentos e o aparecimento das verrugas genitais e lesões no colo do útero. “As mulheres com lesões 2 e 3 tem como eliminar totalmente. Já o câncer de colo de útero, só pode ter cura com cirurgia e radioterapia”, esclarece. A prevenção pode ser feita através da realização do exame preventivo ginecológico, especialmente, para as mulheres entre 25 e 64 anos.


VÍDEO REPRODUÇÃO


Enquanto que nos homens, o vírus costuma se manifestar através das verrugas genitais, manchas ou coloração diferente na glande, mas o vírus também pode não apresentar nenhum sinal. o HPV também pode desenvolver o câncer de pênis e de ânus. Neste caso, o diagnóstico inicial deve ser feito por um médico urologista para identificar em qual estágio está a doença e avaliar a possibilidade de cura.

Para identificar o HPV, o ideal é procurar uma Unidade Básica de Saúde (UBS) e ser atendido por um médico da família para que este faça uma consulta e, caso necessário, o encaminhamento para o Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA). No local, o paciente passa por uma avaliação e faz uma testagem para Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs). No caso, das verrugas genitais é feita uma queimagem química da área afetada.

Vacina

A vacina é oferecida pelo Sistema Único de Saúde e protege contra os quatro tipos de vírus HPV mais comuns no Brasil. Em Petrolina, o público imunizado são homens e mulheres com até 26 anos. A vacina pode ser encontrada em qualquer Unidade Básica de Saúde (UBS) do município, das 7h às 17h, na Zona Urbana, e das 7h30 às 14h, na Zona Rural. O público.

De acordo com a ginecologista, Juliana Raposo, a vacina tem uma altíssima eficácia. “Ela evita a infeção do HPV e inclusive das verrugas genitais e tem uma eficácia maior na população virgem, mas estudos têm mostrado também uma eficácia para pessoas que já tiveram contato com o HPV”, ressalta. As informações são da Juliane Peixinho / G1 Petrolina.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você