Slider[Style1]

Style10

impostometro de Petrolina

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Publicidade

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Equipe forense investiga área em que explosão matou a jornailsta blogueira Daphne Caruana Galizia, nesta segunda-feira (16) em Malta (Foto: REUTERS/Darrin Zammit Lupi)


A conhecida blogueira maltesa Daphne Caruana Galizia, que acusou de corrupção o governo de centro-esquerda do país, morreu nesta segunda-feira (16) na explosão de seu carro, informaram fontes políticas e policiais.

O primeiro-ministro de Malta, Joseph Muscat, chamou o assassinato de ato de "barbárie" e ordenou que os serviços de segurança investiguem profundamente o caso.

"O que aconteceu hoje é inaceitável em vários níveis. Hoje é um dia negro para a nossa democracia e nossa liberdade de expressão", disse ele. "Não vou descansar até que justiça seja feita", acrescentou.

A explosão, ocorrida às 15h locais, destruiu o carro em que a blogueira estava perto de sua casa.

A morte de Caruana Galizia, de 53 anos, ocorre quatro meses após a vitória do Partido Trabalhista de Muscat nas eleições gerais que ele convocou na sequência de uma série de escândalos envolvendo seu círculo mais próximo.


Imagem de arquivo mostra a jornailsta Daphne Caruana Galizia (Foto: The Malta Independent via AP)

A blogueira desempenhou um papel fundamental na revelação desses escândalos.

Muscat, primeiro-ministro desde 2013, adiantou em um ano as eleições depois que seu ministro da Energia, seu chefe de gabinete e até mesmo sua esposa foram acusados de terem contas em paraísos fiscais.

No início deste ano, a revista americana Politico colocou Caruana Galizia entre as "28 personalidades que fazem a Europa avançar", descrevendo-a como um "WikiLeaks inteiro em uma única mulher, que realizou uma cruzada contra a falta de transparência e corrupção em Malta ". As informações são do G1.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você