Slider[Style1]

Style10

impostometro de Petrolina

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

(Foto: Japan Air Self-Defense Force / USAF / Handout via REUTERS)

Dois bombardeiros estratégicos B-1B americanos realizaram manobras na península coreana, em uma nova demonstração de força dos Estados Unidos diante da Coreia do Norte, informou o Ministério da Defesa da Coreia do Sul.

Os bombardeiros realizaram simulações de bombardeio sobre alvos terrestres, protegidos por dois caças F-15 das forças aéreas sul-coreanas.

As aeronaves americanas entraram na Zona de Identificação de Defesa Aérea (ADIZ) sul-coreana às 20h50 (horário local, 8h50 de Brasília, na terça, 10) e executaram uma série de exercícios sobre o Mar do Japão (chamado "Mar do Leste" nas duas Coreias).

Os dois bombardeiros e os dois caças sobrevoaram depois território sul-coreano e realizaram outra rodada de simulações sobre o Mar Amarelo ("Mar do Oeste" nas duas Coreias).

Os B-1B americanos deixaram a ADIZ sul-coreana por volta das 23h30 (horário local, 11h30 de Brasília) antes de retornar para sua base, na ilha de Guam, segundo detalhou o porta-voz do ministério sul-coreano, explicando que se tratava de um "exercício regular" com motivações "dissuasivas".

O Pentágono enviou várias vezes este ano os B-1B para a península coreana, em resposta aos seguidos testes armamentísticos de Pyongyang, que juntamente com as duras trocas de provocações entre os países, aumentou a tensão na região.

A última vez que os EUA enviaram estes bombardeiros foi no dia 23 de setembro, no meio de uma troca de acusações entre o presidente Donald Trump, que ameaçou na ONU, destruir a Coreia do Norte, e seu líder Kim Jong-un. Informações da Agencia EFE / G1.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você