Slider[Style1]

Style10

impostometro de Petrolina

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Publicidade

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Os três primeiros do GP do Japão: Lewis Hamilton, Max Verstappen e Daniel Ricciardo (Foto: Getty Images)


Uma vela de aproximadamente R$ 160,00. Em meio a um carro de milhões de dólares, essa pode ter sido a peça que ajudou a decidir o campeonato de 2017 da Fórmula 1. Neste domingo, em Suzuka, Sebastian Vettel sequer teve chance de ameaçar a liderança de Lewis Hamilton, e logo nas primeiras voltas abandonou com problema em uma das velas do motor da Ferrari. O inglês, porém, não tinha nada com isso, contou com o apoio do fiel escudeiro Valtteri Bottas para segurar Max Verstappen, e vencer o GP do Japão, 61º triunfo na carreira, oitavo na temporada. Com mais 25 pontos na conta, o piloto da Mercedes #44 ampliou a liderança no campeonato para 59 pontos contra Vettel e pavimentou ainda mais o caminho para o quarto título mundial.

Para ser campeão já nos EUA, Hamilton precisa vencer e torcer para que Sebastian Vettel termine em 6º ou em uma colocação pior. Caso isso não aconteça, mas o britânico vença em Austin e no México, ele se consagra campeão independentemente do resultado do rival alemão.

Depois de uma grande largada, em que superou o companheiro de equipe Daniel Ricciardo ao realizar ultrapassagem ousada na curva 1, Verstappen bem que tentou repetir o feito de Sepang, quando superou Hamilton logo no começo para vencer a prova. Entretanto, desta vez não foi possível fazer frente à Mercedes, e o holandês recebeu a quadriculada em segundo, o terceiro pódio dele no ano. Já o australiano da RBR #3 foi o terceiro, com Bottas em quarto e Kimi Raikkonen em quinto. Na disputa particular entre a dupla da Force India, melhor para Esteban Ocon, que terminou em sexto, logo à frente de Sergio Pérez. Kevin Magnussen (8º) e Romain Grosjean (9º) da Haas se uniram a Felipe Massa (10º) da Williams para fechar os dez primeiros. As informações são do GloboEsporte.com, Suzuka, Japão.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você