Slider[Style1]

Style10

impostometro de Petrolina

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

(Reprodução)


Petrolina vive um caos de esgotos estourados fazendo jorrar fezes, canos igualmente estourados, desperdiçando água potável por dias e a falta de água que castiga o petrolinense com força.

É esse o retrato fiel do trabalho da Compesa hoje na principal cidade do Sertão pernambucano. E não estava assim, parece que a situação saiu do controle e piorou muito. 


Todo esse desastre administrativo e operacional aos olhos silentes das autoridades, de uma cidade inteira e o desespero de uma população enorme. Essas informações são do Blog do Carlos Britto,

Em mais uma nota enviada ao Blog do Carlos Britto, a Compesa reafirma que o problema da falta d’água foi provocado por conta de uma tubulação que foi quebrada na Avenida da Integração.

 A companhia reafirma, ainda, que o acidente foi provocado por uma empresa de telefonia, mas que a mesma já foi notificada pelos danos causados. Na nota, a Compesa ainda explica porque foi necessário liberar a água que estava nas tubulações.

Acompanhe:

A Compesa informa que continua trabalhando nos serviços de reparo em uma tubulação na Avenida da Integração, atingida durante uma obra realizada no local por uma operadora de telefonia celular. Para realizar os serviços de manutenção, a companhia precisou paralisar o sistema de abastecimento de água três horas antes do início dos trabalhos. A iniciativa permitiu que o máximo de água existente na rede de distribuição fosse consumida, o que minimizou a perda da água. O volume de água observado no local do acidente é um procedimento normal quando ocorre estouramento de tubulações.

Mesmo com o sistema desligado, uma tubulação desse porte, de 450 mm, passa por um período de esvaziamento da tubulação para o início dos trabalhos, uma vez que não há condições técnicas que permitam a realização de serviços dessa natureza com a tubulação em carga (cheia). A Compesa, desde o momento em que tomou conhecimento do acidente, adotou todas as providências para a execução dos trabalhos.

Equipes e equipamentos foram mobilizados para que os serviços sejam finalizados com brevidade e o abastecimento de água, restabelecido. A expectativa dos técnicos da companhia é terminar os reparos este sábado (7/10), às 2h, quando será iniciado o processo de regularização da distribuição de água, que ocorrerá de forma gradativa. A Compesa pede a compreensão da população para o ocorrido e esclarece que a empresa de telefonia já foi notificada pelos danos causados. A empresa se apresentou e discutiu um novo plano de trabalho com os técnicos da Compesa com o objetivo de reduzir os riscos de ocorrência de novos estouramentos.

Ascom/Compesa


Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você