Slider[Style1]

Style10

impostometro de Petrolina

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Publicidade

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]



Responsável pelo alimento que chega à mesa de muitas famílias de Petrolina, o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) chamou atenção do Governo Argentino que enviou uma equipe ao município para conhecer a experiência sertaneja. Nesta sexta-feira (27), três representantes do Ministério do Desenvolvimento Social argentino saíram em campo para ver de perto toda a cadeia do programa que beneficia cerca de 50 instituições de Petrolina.

Através do PAA, a prefeitura compra alimentos dos produtores locais repassando os produtos às instituições conveniadas, entre elas, a Fundação Evangélica do Vale do São Francisco (Fevasf) que atende cerca de 500 crianças.

A instituição foi um dos locais visitados pela equipe argentina que conheceu todo o processo do PAA que tem início no campo através do trabalho dos 302 agricultores familiares que fornecem para o programa. Um dos agricultores contemplados pelo Programa de Aquisição de Alimentos é o produtor de acerolas, Cicero Manoel, que recebeu a comitiva no Sítio Umbuzeiro, no Projeto Pedra Grande.

Além das instituições conveniadas, o PAA também é responsável pelos ingredientes utilizados no Restaurante Popular o qual oferece, diariamente, cerca de 1300 refeições a preços populares: almoço a R$ 1,50 e sopa por apenas R$ 0,50.

A experiência no Restaurante Popular chamou atenção do representante argentino, Matias Payva, que destacou a organização e limpeza do local. “Chamaram-me a atenção a segurança, a estrutura e a limpeza do local, também achei importante o espaço ser democrático e estar aberto a todas as pessoas, não só a moradores de rua, mas qualquer pessoa que venha até aqui”, disse.

Também participaram das visitas, os representantes do governo argentino, Andrea Machuca e Sérgio Baravalle. Após as visitas à zona rural do município, a comitiva foi recebida pelo prefeito, Miguel Coelho, em seu gabinete.

As visitas foram conduzidas pela secretária de Desenvolvimento Social de Petrolina, Kátia Carvalho; a secretária executiva, Dori Secchi e o Diretor de Segurança Alimentar, Fausto Alencar.

Segundo Kátia, o funcionamento local do PAA, de fato, é um exemplo de política pública eficaz, “A gestão do prefeito Miguel Coelho tem uma atenção especial com a agricultura familiar. E o que vimos no PAA é um modelo exemplar de política pública que traz benefícios para todos os envolvidos. São produtores familiares que agora têm como vender seus produtos e na outra ponta famílias que necessitam destes alimentos, ou seja, um ciclo de benefícios”, disse a gestora da pasta.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você