Slider[Style1]

Style10

impostometro de Petrolina

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Publicidade

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]



Além de reforçar o efetivo da PRF no combate aos crimes de trânsito durante o feriado prolongado de finados, operação integrada ainda servirá de intercâmbio entre as instituições.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) deu início nesta quarta-feira (01), a ‘Operação Finados’. A iniciativa, que vai até às 23h59 do próximo domingo (05) nas rodovias federais de todo o país, visa coibir os crimes de trânsito mais comuns em períodos de feriado prolongado, a exemplo de direção sob efeito de álcool, excesso de velocidade e ausência da documentação de porte obrigatório, seja do veículo ou do condutor. A ideia é também garantir a segurança da população a partir da realização de abordagens e averiguações de mandados de prisão, porte de drogas e armas, além da realização dos testes de alcoolemia. Para atender a esta missão, a PRF de Petrolina ganhou um reforço importante este ano: a Guarda Civil Municipal (GCM).

Além de 30 policiais rodoviários federais, a ‘Operação Finados’ vai contar com cerca de 10 guardas civis municipais, distribuídos em uma viatura e três motos da Ronda Ostensiva Municipal (ROMU), além da central de videomonitoramento móvel, que servirá de base operacional integrada. De acordo com o inspetor da PRF de Petrolina, Paulo Lima, o apoio da GCM é importante para o sucesso da operação. “Os sistemas da PRF vão ser usados de forma integrada com a central de videomonitoramento móvel da Guarda Civil na tentativa de identificar algum foragido ou quem tenha algum tipo de pendência com a justiça. Nossos homens vão estar revezando a escala de trabalho com os guardas a fim de aumentar a eficácia da ação”, explica.

INTERCÂMBIO

Além de prestar mais um serviço importante numa área considerada fundamental e prioritária para a população, que a segurança pública, a operação integrada entre a PRF e GCM irá servir como intercâmbio entre as equipes, como explica o secretário-executivo de Segurança Pública de Petrolina, José Silvestre. “Hoje a Polícia Rodoviária Federal é referência no que podemos chamar de padrão de qualidade em termos de abordagem. O contato da tropa da Guarda Civil Municipal com a dinâmica de trabalho da PRF certamente irá qualificar o nosso pessoal. Em contrapartida, a integração de recursos tecnológicos das instituições mostra que o sistema de segurança pública não é composto por apenas uma instituição, ele deve contar com os esforços de cada agente envolvido, como a PRF e a Guarda Civil neste caso”, ressalta Silvestre.



Felipe Pereira - Ascom PMP / Fotos: Jonas Santos

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você