Slider[Style1]

Style10

impostometro de Petrolina

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Publicidade

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

(Foto: Taisa Alencar / G1)

Sandro Romilton Ferreira e Lúcia Mota, pais da menina Beatriz Angélica Mota, de sete anos, assassinada em dezembro de 2015 no Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, em Petrolina, voltarão ao Recife nesta segunda-feira (13). Integrantes do grupo ‘Beatriz Clama por Justiça’ acompanharão o casal na capital pernambucana.

Na agenda no Recife, entre outras coisas, os pais da garota vão cobrar promessas dos parlamentares da Assembleia Legislativa (Alepe) e também querem encontrar com representantes da Secretaria de Defesa Social (SDS) e com a chefia da Polícia Civil (PC) de Pernambuco.

Os deputados prometeram ajudar na divulgação das imagens do suspeito do crime. O caso é conduzido pela delegada Gleide Ângelo. Os pais da menina reivindicam uma pessoa da equipe de Gleide para atuar no caso em Petrolina. As informações são do Blog do Carlos Britto.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você