Slider[Style1]

Style10

EM QUEM VOCÊ VOTARIA PARA PRESIDENTE EM 2018?

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]


Material apreendido com os suspeitos (Foto: Divulgação/SSP)

Dois homens foram presos na quinta-feira (21), suspeitos de sequesto, em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). De acordo com a SSP-BA, a ação durou cerca de oito horas e os suspeitos foram presos logo após a família de uma das vítimas entregar como resgate uma moto, dois televisores de 24 e 32 polegadas e R$ 1 mil.

Um dos suspeitos é soldado da Polícia Militar e foi identificado como Carlos Eduardo Amâncio da Silva. De acordo com a polícia, Carlos Eduardo atuou com um homem identificado como Pablo Luiz Machado Brito.

Os dois se passaram por policiais civis e abordaram seis pessoas por volta das 11h de quinta-feira. A dupla que estava armada, pediu para homens e mulheres tirarem as roupas e passaram a interrogá-los. Quando uma das vítimas disse que já tinha passagem pela polícia, ela foi levada para o veículo em que os suspeitos estavam e só foi liberada por volta 19h30, após o pagamento do resgate.

Segundo o delegado Cleandro Pimenta, da coordenação de Sequestro e Extorsão do Draco, a dupla circulou com com a vítima pelas regiões de Arembepe, Cascalheiras e Camaçari. Depois, eles entraram em contato com a família para pedir o resgate. Quando o material foi entregue, a vitima foi liberada.

Ainda de acordo com o delegado, a dupla estava sendo monitorada. Quando passavam pela Estrada do Coco, na altura da cidade de Lauro de Freitas, eles foram abordados. Carlos pilotava a moto entregue como parte do resgate, e logo atrás estava Pablo, dirigindo um carro onde foram encontrados os televisores e o dinheiro.

Com eles também foram encontrados duas armas de fogo, sendo uma registrada em nome do policial e a outra pertencente a Pablo, duas brucutus, três coletes balísticos, rádios de comunicação, seis celulares, máquina de choque e placas falsas de veículos. Ambos foram autuados em flagrante por extorsão mediante sequestro, e Pablo por porte ilegal de arma de fogo. As informações são do G1 BA.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você