Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

(Foto: Reprodução/Noticias ao Minuto)


Pessoas casadas se recuperam melhor de infartos e de doenças cardíacas e apresentam uma taxa de mortalidade menor que a dos solteiros e viúvos. Essas são as conclusões a que chega um estudo inglês.

O motivo está ligado ao
não isolamento por parte do paciente com doenças cardíacas ou fatores de risco, além das questões sócio-emocionais que garantem “um melhor gerenciamento da saúde cardiovascular nesses indivíduos”, diz o site da revista Veja, que alerta a necessidade de um suporte social mais próximo para os pacientes que vivam isolados.

A pesquisa, que durou três anos, analisou pacientes com hipertensão, colesterol elevado e diabetes tipo 2 com base nos diferentes estados matrimoniais, além de dados como idade, gênero e etnia. Da análise se constatou que, nos doentes de hipertensão, houve uma diferença de mortalidade de 10% entre os casados e os restantes, quanto aos com colesterol elevado, a diferença foi de 16%, nos diabéticos, de 14% e nos pacientes com doenças coronárias, 14% de diferença.

Entre os viúvos e solteiros, os valores de mortalidade foram maiores nos solteiros e maiores nos pacientes divorciados, apenas no caso de doenças coronárias.

Nos três anos de acompanhamento por parte dos pesquisadores, verificou-se ainda que, no geral, os fatores de risco para o desenvolvimento de complicações cardíacas tiveram uma menor taxa de mortalidade em três anos de acompanhamento para os pacientes casados. As informações são do Noticias ao Minuto.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você