Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Coletiva sobre o sequestro da menina de 3 anos foi realizada na (Foto: Paulo Cesar/PCPE)


O laudo do Instituto de Medicina Legal (IML) apontou que que a menina de três anos, que foi sequestrada em Panelas, no Agreste de Pernambuco, não sofreu violência sexual. A informação foi divulgada durante uma coletiva de imprensa realizada pela Secretaria de Defesa Social (SDS) na manhã desta quinta-feira (28), no Recife.

De acordo com a gerente da Polícia Científica, Sandra Santos, a garota apresentava sinais de descuidos. "A criança foi levada ao IML de Caruaru. Lá, o perito médico legista José Alves fez a perícia traumatológica e a perícia sexológica. Ele não confirmou a informação de que a criança havia sido estuprada. Segundo o médico, não há nenhum sinal de violência sexual e física na criança", afirmou.

A informação divulgada na coletiva contradiz o que foi dito na manhã desta quinta pela Polícia Civil. Anteriormente, a polícia havia divulgado que um médico da policlínica do município, onde a criança foi atendida, teria informado que o hímen dela estava rompido.

A criança ficará sob os cuidados da família e do Conselho Tutelar. Exames de DNA serão realizados para confirmar a maternidade e paternidade da garota. Até a publicação desta matéria, os suspeitos do sequestro não foram localizados.

Entenda o caso

A menina de três anos foi sequestrada no domingo (24) na frente da mãe dela. De acordo com a Polícia Militar, o trio de criminosos chegou na casa da vítima, pediu água e, em seguida, levou a criança. Ainda segundo a PM, a mãe tentou evitar que a filha fosse levada, mas foi ameaçada com uma arma de fogo. A identidade dos criminosos é desconhecida.

A criança foi encontrada na quarta-feira (27) em Catende, na Mata Sul. De acordo com a Polícia Civil, ela estava bem e já foi entregue à família.

Ainda na quarta, um carro suspeito de ser utilizado para sequestrar a menina foi localizado dentro de um galpão de ferro velho, no bairro Massaranduba, em Garanhuns, no Agreste. Ainda segundo a Polícia, o carro deve passar por uma perícia ainda esta semana. Um retrato falado dos suspeitos foi confeccionado para ajudar nas investigações do crime. As informações são do G1 Caruaru.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você