Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

(Foto: Reprodução / TV Globo)

O naufrágio ocorrido na terça-feira de uma balsa com 189 pessoas a bordo, nas águas ao sul da ilha de Celebes, na Indonésia, causou a morte de 34 pessoas, enquanto outras 155 foram resgatadas, segundo dados oficiais divulgados nesta quarta.

Entre os mortos, há seis crianças entre 2 e 9 anos, de acordo com a lista oficial fornecida à Agência Efe.

O porta-voz da Agência Regional de Gestão de Desastres do município de Bulukumba, Darfianmukri, afirmou através de um comunicado que o número de passageiros que transportava a balsa ultrapassava em 30 a capacidade máxima autorizada.

A embarcação, que também levava 48 veículos, naufragou quando seguida do porto de Bira, no município de Bulukumba, para o porto de Pamatata, na ilha de Selayar, devido a uma via de água aberta no casco da embarcação, diz a investigação preliminar.

O fato de que a balsa ter encalhado a cerca de 300 metros do litoral favoreceu o resgate dos 155 sobreviventes.

No mês passado, outro barco naufragou no lago Toba, na ilha de Sumatra, deixando três mortos, 164 desaparecidos e 21 sobreviventes. EJacarta, 4 jul (EFE).- O naufrágio ocorrido na terça-feira de uma balsa com 189 pessoas a bordo, nas águas ao sul da ilha de Celebes, na Indonésia, causou a morte de 34 pessoas, enquanto outras 155 foram resgatadas, segundo dados oficiais divulgados nesta quarta.

Entre os mortos, há seis crianças entre 2 e 9 anos, de acordo com a lista oficial fornecida à Agência Efe.

O porta-voz da Agência Regional de Gestão de Desastres do município de Bulukumba, Darfianmukri, afirmou através de um comunicado que o número de passageiros que transportava a balsa ultrapassava em 30 a capacidade máxima autorizada.

A embarcação, que também levava 48 veículos, naufragou quando seguida do porto de Bira, no município de Bulukumba, para o porto de Pamatata, na ilha de Selayar, devido a uma via de água aberta no casco da embarcação, diz a investigação preliminar.

O fato de que a balsa ter encalhado a cerca de 300 metros do litoral favoreceu o resgate dos 155 sobreviventes.

No mês passado, outro barco naufragou no lago Toba, na ilha de Sumatra, deixando três mortos, 164 desaparecidos e 21 sobreviventes. As informações são da Agencia EFE.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário