Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Foto: Infoesporte

Desde que enfrentou Gina Carano, em 2009, no Invicta FC, Cris Cyborg não tinha uma adversária tão próxima nas bolsas de apostas quanto Amanda Nunes. As duas se enfrentam no UFC 232, dia 29 de dezembro, em Las Vegas. Nesta quarta-feira, o Ultimate oficializou o combate entre as brasileiras para o último evento do ano, quando a curitibana, campeã peso-pena da organização, coloca o título em jogo contra a atual dona do cinturão peso-galo.

O site "OddsShark.com" abriu as apostas com Cyborg com 76% de favoritismo (-300) contra 24% (+320) para Nunes. Isso significa que quem apostar 100 dólares em Cyborg teria um lucro de aproximadamente de 33 dólares em caso de vitória da curitibana, enquanto quem apostar a mesma quantia na baiana lucra 320 dólares caso esta saia vencedora.

Na luta inaugural valendo o peso-pena no Invicta FC, em 2009, Cyborg e americana Gina Carano abriram a bolsa de apostas empatadas com 50% de favoritismo (-115).


Campeã do Ultimate após destronar Miesha Tate, Amanda Nunes fez sua última luta em maio, no UFC Rio 9, quando defendeu seu título pela terceira vez ao superar Raquel Pennington por nocaute técnico. Depois disso, a baiana se negou a voltar a lutar antes do fim do ano, insistindo em marcar a luta para dezembro. Cris Cyborg fez campanha para que a luta ocorresse no UFC 228, marcado para o dia 8 de setembro. Prevaleceu a vontade do UFC e de Amanda Nunes.

Dona do título do peso-pena, Cris Cyborg, de 32 anos, tem um cartel 20 vitórias e apenas uma derrota - sofrida em sua primeira luta no MMA. No Ultimate, a curitibana venceu suas cinco lutas, a última delas em março, ao despachar a russa Yana Kunitskaya no primeiro round. As informações são do Combate.com, Las Vegas, EUA.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário