Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

KCNA via KNS/AFP/Arquivos / KCNA VIA KNS


A Coreia do Norte acusou nesta sexta-feira o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, de realizar "comentários imprudentes" e seguir a linha americana ao pedir uma 'desnuclearização verificável e irreversível" na península da Coreia.

Guterres realizou a declaração após conversar com o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, em Tóquio, na quarta-feira, para discutir o esforço liderado pelos Estados Unidos para acabar com os programas nuclear e de mísseis da Coreia do Norte.

O chefe das Nações Unidas "deve fazer o que for melhor para a atual situação na península da Coreia, para a paz e a estabilidade, e não cantar o coro das sanções para agradar a um determinado país", declarou a missão norte-coreana na ONU.

A missão descreveu como "imprudente" um comentário de Guterres de que a Coreia do Norte "pode ser um membro normal da comunidade internacional nesta região através da 'desnuclearização total, verificável e irreversível".

Na reunião entre os líderes de Estados Unidos e Coreia do Norte, em junho, os presidentes Donald Trump e Kim Jong Un se comprometeram a trabalhar para a "desnuclearização total da península coreana". As informações são da AFP.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você