Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Suspeito de latrocínio disse que cometeu crime pois estava sob uso de drogas (Foto: Patrick Marques/G1 AM)

Um homem de 39 anos foi preso suspeito de matar duas mulheres - mãe e filha -, a facadas, no bairro São Geraldo, Zona Centro-Sul de Manaus. O crime aconteceu em julho. Ele teria ido até a casa das vítimas, onde prestava serviços como pedreiro, para pedir dinheiro para usar drogas. "Estava drogado", disse Ricardo Dias Frota.

Segundo a polícia, o suspeito conhecia as vítimas há 10 anos e as matou por não ter conseguido o valor.

“Ele confessou que é usuário de drogas. Ele não tinha dinheiro para consumir e decidiu ir até a casa. A mulher, de 79 anos disse que não tinha dinheiro e ele, então, a matou a facadas. A filha estava na casa, ouviu os barulhos e foi ver o que era. Ela também foi morta”, comentou o delegado Adriano Felix, da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd).

Ainda conforme o delegado, enquanto Frota esfaqueava a filha, a outra vítima conseguiu correr até a rua, para pedir ajuda. Neste momento, ele fugiu do local, sem levar nada.

Após o crime, a polícia começou a investigar e identificou o suspeito. Um mandado de prisão foi expedido em nome dele no dia 1 de agosto. Ele foi preso em uma empresa de construção onde trabalhava, no bairro Alvorada, Zona Centro-Oeste de Manaus.

Apresentado em uma coletiva de imprensa nesta quinta-feira (2), Frota disse que estava sob efeito de drogas, quando cometeu o crime.

“Eu precisava usar a quantidade que estava acostumado. Eu tinha usado menos e não tinha dinheiro para comprar mais. Então, fui lá na casa dela. Eu só ia pegar algum dinheiro. Eu estava drogado”, disse Frota.

O homem foi encaminhado para a Derfd. Ele deve responder pelo crime de latrocínio. Após os procedimentos cabíveis, ele deve ser encaminhado para o Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM). As informações são de Patrick Marques, G1 AM, Manaus.



Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário