Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Irmãos de 13 e 11 anos assassinados por padrasto são enterrados nesta sexta (4), em Moreno, no Grande Recife — Foto: Aldo Carneiro/Pernambuco Press

Uma multidão presta homenagens aos irmãos de 11 e 13 anos, que foram assassinados a facadas pelo padrasto, durante o velório dos jovens no município de Moreno, no Grande Recife, nesta sexta-feira (4). A mãe das crianças, Géssica Nascimento, teve de ser socorrida por bombeiros civis no local.

O velório, que aconteceu no Cemitério Morada das Verdes Colinas, foi marcado por comoção e tristeza. Os corpos chegaram ao cemitério por volta das 10h15 desta sexta. Emocionada, Géssica não queria sair de perto dos caixões, mesmo amparada pelos bombeiros.

Maria Alice do Nascimento, de 13 anos, e Alex Gabriel, de 11, foram assassinados pelo padrasto, Robson José dos Prazeres, de 28 anos, na residência da família, no bairro de Vila Holandesa, em Moreno, na quinta-feira (3). A mãe das crianças estava cuidando de um parente idoso e, por isso, não estava no local.

O padrasto teve a prisão em flagrante convertida para preventiva nesta sexta-feira, após audiência de custódia no Fórum de Jaboatão dos Guararapes. (VÍDEO)


Bombeiros civis amparam Géssica Nascimento, mãe das duas crianças assassinadas pelo padrasto em Moreno, no Grande Recife — Foto: Aldo Carneiro/Pernambuco Press

Parentes, vizinhos e moradores da cidade estiveram no cemitério e fizeram fila para se despedir das criança. Uma vizinha relatou que, por diversas vezes, já ouvira briga na casa e ameças de Robson.

Crime

As duas crianças eram fruto de outro relacionamento da mãe, Géssica Nascimento. Além deles, ela tem ainda outros dois filhos, incluindo uma menina de nove anos que, segundo a mãe, presenciou a morte dos irmãos e conseguiu fugir. O suspeito chegou em casa embriagado e tentou estuprar a enteada de 13 anos, que reagiu.

O menino, de 11 anos, tentou impedir que o crime acontecesse, sendo esfaqueado. O delegado Petrúcio Jucá explica que o menino chegou a ir para o lado de fora da casa, mas não resistiu aos ferimentos. A irmã, de 13 anos, teria tentado impedir o padrasto de machucar o irmão e também foi esfaqueada.

Menino de 11 anos e adolescente de 13 eram irmãos e foram mortos pelo padrasto — Foto: Reprodução/Arquivo pessoal

Um vizinho testemunhou o assassinato dos jovens e entrou em contato com a polícia. O corpo dos dois foi encontrado do lado de fora da residência da família.

Segundo a Polícia Civil, Robson José dos Prazeres foi agredido por outros moradores da região e, com a chegada da viatura, tentou fugir do local, mas foi capturado e levado à Delegacia de Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes.

Ele foi preso em flagrante por tentativa de estupro e duplo homicídio. A audiência de custódia deveria ter acontecido na quinta (3), mas ele ainda estava embriagado, de acordo com a polícia. Nesta sexta, ele seguiu para o Centro de Triagem (Cotel), em Abreu e Lima, no Grande Recife.

As duas crianças são fruto de um primeiro relacionamento da companheira de Rosbon. No momento do crime, a mãe das crianças estava na casa do tio, que é deficiente físico e necessita de cuidados especiais.

À TV Globo, a mãe dos jovens, Géssica Nascimento, disse que o marido já havia batido nela diversas vezes e que ela não conseguia fazê-lo ir embora. Géssica tinha uma medida protetiva contra Robson.

Além de responder pelas agressões contra a companheira, a polícia informou que ele havia sido preso anteriormente por assalto. As informações são do G1 PE.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário