Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Estudante do Arizona protesta contra prisão e possível deportação de jovem mexicano de 18 anos que chegou aos EUA quando criança — Foto: Mamta Popat/Arizona Daily Star via AP

Estudantes de uma escola de ensino médio do Arizona protestaram nesta segunda-feira (6) contra a possível deportação de um colega mexicano que vive nos Estados Unidos desde que era criança. O rapaz, Thomas Torres, de 18 anos, está detido em um centro de custódia federal desde quinta-feira passada.

Torres será levado à Justiça em audiência marcada para 22 de maio – o mesmo dia em que ele e os colegas da Desert View fariam a formatura do ensino médio. Com a prisão, cerca de 200 jovens da escola organizaram um protesto em frente à sede do xerife local.

Segundo a agência Associated Press, oficiais de fronteira prenderam Torres em uma blitz na quinta-feira por dirigir em alta velocidade, ligeiramente acima do limite.

Sem carteira de motorista – o Arizona não emite documentos do tipo para imigrantes em situação irregular –, o policial entrou em contato com as autoridades de migração, que detiveram o estudante.
A prisão revoltou os estudantes da Desert View, que reuniram mais de 120 pessoas em frente à sede do xerife local. Eles levavam cartazes com dizeres como "Thomas é o sonho americano", "Sem justiça, não há paz" e pedidos para dissolver a autoridade de Controle de Fronteira.

Alguns amigos ainda tentam levantar fundos para manter Torres nos Estados Unidos. "Pessoas como Thomas são necessárias neste país. Ele é um jovem trabalhador que quer um futuro melhor", diz das páginas de doação.

Como ele chegou aos EUA?

Segundo a imprensa norte-americana, Torres e os pais chegaram aos Estados Unidos quando ele ainda era uma criança pequena – não há detalhes precisos sobre a idade dele à época. Pai e mãe voltaram ao México anos depois e decidiu deixar o garoto com amigos da família.

Mais velho, Torres chegou a trabalhar em restaurantes e como jardineiro em casas da região. Ele também fazia parte do time de futebol americano da escola onde estudava.

A prisão de Torres ocorre em um momento de maior rigor do governo do presidente Donald Trump com a imigração ilegal, principalmente nas regiões de fronteira. Com o aumento no fluxo de migrantes – principalmente por causa das caravanas que saem da América Central –, o republicano disse que pretende enviar soldados armados para as áreas fronteiriças com o México. As informações são do G1.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário