Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Emmanuel Macron durante uma entrevista coletiva em Biarritz, onde acontece o encontro de cúpula do G7 — Foto: Francois Mori/Reuters



O presidente da França, Emmanuel Macron, criticou nesta segunda-feira (26) um comentário feito em rede social por Jair Bolsonaro sobre a primeira-dama francesa, Brigitte Macron, classificando-o de "extraordinariamente desrespeitoso"

O chefe de estado francês disse ainda esperar que os brasileiros tenham rapidamente um presidente à altura do cargo.

"O que eu posso dizer? É triste, é triste. Mas é triste, em primeiro lugar, para ele e para os brasileiros. Eu penso que as mulheres brasileiras têm, sem dúvida, vergonha de ler isso de seu presidente”, afirmou em Biarritz, onde participava do encontro do G7.

“Creio que os brasileiros, que são um grande povo, têm também vergonha de ver esse comportamento -- eles esperam, quando se é presidente, que nos comportemos bem em relação aos outros.”

“Como tenho uma grande amizade e respeito pelo povo brasileiro, espero que eles rapidamente tenham um presidente que se comporte à altura", completou.



O presidente Jair Bolsonaro respondeu, no sábado (24), a um comentário sobre a primeira-dama da França, Brigitte Macron. — Foto: Reprodução/Facebook Jair Bolsonaro

O presidente francês se referia a um post de Bolsonaro, no Facebook, sobre a atuação de aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) em Porto Velho para combater as queimadas na Amazônia. Um seguidor postou fotos dos presidentes acompanhados de suas mulheres com a seguinte pergunta: “Entende agora pq Macron persegue Bolsonaro?”. O seguidor ainda acrescentou “é inveja presidente do Macron pode crê (sic)".

Bolsonaro respondeu ao comentário dizendo “Rodrigo Andreaça não humilha kkkkk”.

Os dois casais presidenciais, brasileiro e francês, têm em comum a diferença de idade, sendo que Brigitte Macron, de 66 anos, é mais velha que o marido, que tem 41 anos. Já Bolsonaro tem 64 anos, enquanto sua esposa, Michelle, tem 37.

G7 anuncia ajuda financeira

No domingo (25), o presidente francês concordou em ajudar os países atingidos pelas queimadas na Amazônia "o mais rápido possível". Nesta segunda-feira (26), ele anunciou uma ajuda financeira de 20 milhões de euros (cerca de R$ 91 milhões) para combater os incêndios na floresta.

A cúpula do G7, que reúne as 7 maiores economias mundo, começou no sábado (24), quando Macron disse que uma das prioridades do evento seria mobilizar “todas as potências, em parceria com os países da Amazônia”, para combater o desmatamento e investir no reflorestamento. As informações são do G1.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário