Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Arqueólogos descobriram tumbas de 227 crianças em Huanchaco, sítio arqueológico no Peru — Foto: PROGRAMA ARQUEOLOGICO HUANCHACO/AFP

Arqueólogos encontraram em Pampa La Cruz, no Peru, ossadas de 227 crianças que teriam sido sacrificadas em um ritual com a finalidade de minimizar as catástrofes naturais relacionadas com o El Niño, informou a Agência France Presse. Os cadáveres pertencem a menores com idades entre os 4 e os 14 anos.

A Civilização Chimú é a responsável por estes sacrifícios: "Até agora, encontramos os restos mortais de 227 crianças sacrificadas pela cultura Chimú", disse o arqueólogo Feren Castillo, citado pela agência, acrescentando que "este é o maior local onde restos de crianças sacrificadas foram encontrados".

As ossadas têm entre 1200 e 1400 anos. Foram encontrados em uma posição "virada para o mar".

Já em junho de 2018 tinham sido encontrados cadáveres de 58 crianças na mesma região.

A agência compartilhou imagens dos trabalhos dos arqueólogos na rede social Twitter. Com informações Noticias ao Minuto.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário