Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Família assassinada, (Foto: Reprodução)

O terceiro suspeito preso por participar da morte de uma família no ABC Paulista confessou o crime à polícia. Ele, que é primo de Carina, já presa, afirmou que o falso assalto foi premeditado pelos três, incluindo Ana Flávia, que é filha do casal morto e irmã do adolescente de 15 anos também assassinado. Em depoimento, ele revelou que Ana autorizou a morte de toda a família. As informações são da Record TV.

O suspeito é primo de Carina Ramos, mulher de Ana Flávia Gonçalves. As duas cumprem prisão temporária sob suspeita de matar Flaviana Gonçalves, de 40 anos, Romuyuki Gonçalves, de 43 anos, e seu filho mais novo, Juan Gonçalves de 15. Ana Flávia é a filha mais velha do casal. As duas negam o crime.
Segundo o depoimento do suspeito, a ideia do trio era roubar jóias e dinheiro do cofre da casa. O pai e o adolescente estavam em casa, no condomínio de Santo André, com a irmã e a esposa dela quando três suspeitos chegaram e anunciaram o assalto.

Carina teria sido a primeira a ser rendida. Os homens exigiam valores. Pai e filho foram levados para o quarto do adolescente. De acordo com o relato do suspeito, os dois foram espancados e torturados enquanto Ana Flávia e Carina ficaram no andar de baixo da casa.

O suspeito revelou à polícia que os dois foram mortos asfixiados depois de apanhar. Já a mãe chegou à casa mais tarde e foi vendada. Como o cofre estava vazio e o dinheiro recebido por Romuyuki não estava na residência, houve uma conversa entre os suspeitos. Naquele momento, segundo a versão do suspeito, as duas autorizaram a morte de toda a família.

Flaviana então entra no Jeep da família, dirigido por Carina. Ela não foi morta em casa, mas tiros foram ouvidos antes de o carro ser abandonado em uma estrada de terra de São Bernardo do Campo. Na sequência, o veículo foi incendiado. Os três corpos foram encontrados carbonizados no dia 29.

Nesta terça-feira (4) um casal foi levado para audiência de custódia suspeitos de envolvimento no crime porque na casa dele foram encontrados objetos roubados da família morta. Na audiência, no entanto, apenas o homem foi mantido preso. As informações são do R7.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário