Criança morre em naufrágio de barco de migrantes perto da ilha de Lesbos



Refugiados e migrantes desembarcaram na ilha grega de Lesbos nesta segunda-feira (2) — Foto: Aris Messinis / AFP

Um menino morreu nesta segunda-feira (2) na costa da ilha grega de Lesbos após o naufrágio de uma embarcação com quase 50 migrantes a bordo, informou à AFP a porta-voz da polícia portuária.

A Guarda Costeira da Grécia iniciou o resgate depois que uma lancha virou por volta das 8h30 locais (3h30 de Brasília) perto da ilha grega do mar Egeu.

"Quarenta e seis pessoas foram salvas, mas dois meninos foram resgatados inconscientes. Não conseguimos reanimar um deles e o outro foi hospitalizado", disse a porta-voz.

As autoridades não divulgaram informações sobre a nacionalidade ou idade da criança.

A embarcação, que vinha das costa turca, "foi virada pelas pessoas a bordo depois que entrou no mar da Grécia, algo comum entre os traficantes para provocar a operação de resgate", afirma um comunicado da Guarda Costeira.

Na sexta-feira (28), a Turquia informou que abriria suas fronteiras terrestres e marítimas para permitir a passagem de migrantes, despertando na Europa o medo de uma nova crise migratória, semelhante à de 2015.

Os soldados e a polícia da Grécia intensificaram o controle ao longo do rio Evros, alertando sobre a proibição de entradas ilegais no país.

No auge da crise migratória de 2015, a Grécia foi a principal porta de entrada para a Europa de centenas de milhares de migrantes, a maioria deles fugindo do conflito sírio.

Turquia

Desde sexta-feira (28), autoridades policiais e de fronteira da Turquia estão permitindo a passagem de refugiados sírios para os países europeus que fazem fronteira com o país, principalmente para a Grécia. Medida foi tomada depois que ataques atribuídos ao governo sírio mataram 33 soldados turcos na província síria de Idlib.

Levas de milhares de imigrantes começaram, então, a se deslocar para a fronteira da Turquia com a Grécia. Grupos de refugiados se dirigiram ao litoral turco para tentar chegar às ilhas gregas, que ficam próximas.

No domingo (1º), na região de Evros, norte da Grécia, policiais lançaram gás lacrimogênio contra o grupo de migrantes. As informações são do G1.

Postar um comentário

0 Comentários