Flávio Bolsonaro diz que prisão de Queiroz é movimento para atacar presidente

Foto: REUTERS/Adriano Machado

O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) disse nesta quinta-feira em sua conta no Twitter que encara com tranquilidade a prisão de seu ex-assessor Fabrício Queiroz pela manhã, no interior de São Paulo, e afirmou que faz parte de um movimento para atacar seu pai, o presidente Jair Bolsonaro.

“Encaro com tranquilidade os acontecimentos de hoje. A verdade prevalecerá! Mais uma peça foi movimentada no tabuleiro para atacar Bolsonaro. Em 16 anos como deputado no Rio nunca houve uma vírgula contra mim. Bastou o presidente Bolsonaro se eleger para mudar tudo! O jogo é bruto!”, escreveu o senador.

Queiroz foi preso pela manhã em Atibaia, em um dos imóveis do advogado Frederick Wassef, que representa Flávio Bolsonaro e também já atuou para o presidente, pela Polícia Civil e pelo Ministério Público de São Paulo, que cumpriram mandado expedido pela Justiça do Rio no âmbito da investigação sobre apropriação e desvios dos salários do gabinete de Flávio quando ele era deputado estadual no Rio.   Essas informações são da Reuters.

Postar um comentário

0 Comentários