Familiares de meninos desaparecidos em Belford Roxo (RJ), reclamam de demora na investigação da polícia

Lucas Matheus, 8 anos; Alexandre da Silva, 10 anos; e Fernando Henrique, 11 anos, desapareceram no domingo (27) — Foto: Reprodução/TV Globo


Familiares dos três meninos desaparecidos no último domingo (27), em Belford Roxo, reclamam da demora na investigação e dizem que ainda não receberam nenhuma informação relevante por parte da polícia. Além disso, eles lamentam a quantidade de trotes que vêm recebendo sobre o paradeiro das crianças.

"Nenhuma informação foi passada até agora. Só fala [a polícia] 'tô andando, a gente tá agindo'", disse Silvia Regina, avó de dois dos meninos.

Lucas Matheus (8 anos), o primo dele Alexandre da Silva (10 anos) e Fernando Henrique (11 anos) saíram de casa no domingo por volta das 10h30 para brincar no campo de futebol ao lado do condomínio onde moram, no bairro Castelar.

De acordo com as famílias, os meninos estavam acostumados a brincar sozinhos. No início da tarde, por volta das 14h, eles costumavam voltar para casa para almoçar. No domingo, não retornaram.

Protestos

No domingo, parentes e amigos das crianças fizeram um protesto que começou no Hospital do Joca, na Avenida Retiro da Imprensa. Em seguida, eles seguiram até a Feira de Areia Branca, perto de onde os meninos sumiram, e terminaram a manifestação na 54ª Delegacia de Polícia (Belford Roxo).

Ednalda, tia de Lucas Matheus, segue com esperança de encontrá-los apesar das denúncias falsas que estão recebendo.

Vítimas de oportunistas

O último boato dizia que as crianças estariam em Pedra de Guaratiba, na Zona Oeste do Rio, a mais de 60 km de onde moram, mas era um alarme falso. Alheio ao sofrimento, um oportunista tentou dar um golpe nas famílias.

Num grupo criado para trocar informações, o homem escreveu ter achado um dos meninos. A família pediu uma foto para ver se era verdade e o homem respondeu que queria algo em troca, dinheiro.     Essas informações são de Fred Justo, TV Globo/G1.

Postar um comentário

0 Comentários