Novos casos COVID-19 nos EUA caem pela quinta semana consecutiva

Da Reuters



Os Estados Unidos relataram na semana passada uma queda de 23% em novos casos de COVID-19 e uma queda de 16% no número de pessoas hospitalizadas com o vírus, com ambos os números diminuindo pela quinta semana consecutiva.

O progresso contra o vírus, no entanto, é ameaçado por várias novas variantes, disseram os especialistas, acrescentando que máscaras faciais e medidas de distanciamento social ainda são muito necessárias.

Cerca de 4% dos casos no país estão relacionados a uma variante mais contagiosa detectada pela primeira vez no Reino Unido, de acordo com a Dra. Rochelle Walensky, diretora dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças.

“Temos projeções de que pode ser a linhagem dominante até o final de março”, disse ela ao programa “Face the Nation” da CBS no domingo.

O país registrou mais de 639.000 novos casos de COVID-19 na semana encerrada em 14 de fevereiro, de acordo com uma análise da Reuters de relatórios estaduais e municipais. Em comparação com a semana anterior, os novos casos aumentaram em apenas três dos 50 estados: Alasca, Nebraska e Dakota do Sul.

(Abra tmsnrt.rs/2WTOZDR em um navegador externo para ver um gráfico estado a estado.)

As mortes caíram pela segunda semana consecutiva, queda de 1,8% na semana passada para 21.787. Excluindo um acúmulo de mortes relatadas por Ohio, as fatalidades caíram 15% na semana passada. Cumulativamente, quase 486.000 pessoas morreram do vírus nos Estados Unidos, ou uma em cada 673 residentes.

O número médio de pacientes COVID-19 em hospitais dos EUA caiu para 74.000 na semana passada, o menor desde meados de novembro, de acordo com uma análise da Reuters de dados do Projeto de Rastreamento COVID, dirigido por voluntários.

Nacionalmente, 5,7% dos testes do COVID-19 deram positivo para o vírus, o menor nível desde a semana encerrada em 25 de outubro, de acordo com dados do Projeto de Rastreamento COVID.

Postar um comentário

0 Comentários