Homem é preso suspeito de estuprar e matar enteada de 6 anos em MG

Por R7

Reprodução / Polícia Civil / MG

O corpo de uma criança de seis anos, que estava desaparecida desde a semana passada, foi encontrado em um rio, na cidade de Unaí, a cerca de 600 km de Belo Horizonte, neste domingo (16). O padrasto dela, de 36 anos, foi preso suspeito de assassinato.

De acordo com as investigações, a vítima, que sofria de abuso, tinha sinais de ter sido estuprada e foi morta de forma violenta.

As buscas pela criança foram realizadas pelo Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Civil nos últimos dias.

De acordo com o delegado João Henrique Furtado de Oliveira, que pediu a conversão da prisão temporária em preventiva, disse que, com o suspeito preso, as autoridades terão mais facilidade para ouvir as testemunhas do caso.

— Com ele preso, teremos mais facilidade para que as pessoas possam falar o que sabem. Elas demonstraram muito medo do investigado e isso estava atrapalhando as investigações.

Histórico

Durante as investigações, a Polícia Civil demonstrou que suspeito possui histórico criminal, incluindo estupro e assassinato da própria mãe. O crime ocorreu na cidade de São Francisco, a 590 km de Belo Horizonte,em 2007, e o homem foi condenado.

Ele chegou a cumprir três anos de prisão e, durante saída temporária autorizada pela Justiça, ele teria cometido outro crime de abuso sexual, contra outra criança, de três anos de idade à época. Este crime está sendo investigado, de acordo com a Polícia Civil.

Crime

De acordo com a delegada Lílian Rodrigues, o padrasto teria cometido o crime enquanto a mãe da menina estava internada no hospital para dar à luz a um filho do casal.

— Acreditamos, em um primeiro momento, e isso será esclarecido no inquérito, que ela [a mãe] não tinha conhecimento desses fatos. Inicialmente, não temos a informação de que ela era condizente com a situação e se isso acontecia há algum tempo.

Postar um comentário

0 Comentários