Heroína nacional: ucraniana mãe de 12 filhos morre enquanto lutava contra a invasão russa

REPRODUÇÃO/TWITTER @ARMEDFORCESUKR


A heroica Olga Semidyanova, médica e mãe de 12 filhos, foi homenageada pelo governo ucraniano na última quarta-feira (16), após ter morrido enquanto lutava na linha de frente contra a invasão russa ao seu país.

De acordo com o jornal britânico The Sun, Semidyanova foi ferida enquanto continuava no combate, mesmo após a morte da maioria dos soldados de sua unidade. A mãe de 48 anos foi atingida no estômago durante um confronto violento em Donetsk, no sul do país, em 3 de março. Ela morava na cidade de Marhanets, a cerca de 240 km de onde morreu.

Júlia, uma de suas filhas explicou ao veículo que o corpo da mãe ainda não foi recuperado devido às intensas batalhas na região. “Ela salvou os soldados até o fim", completou.

Para Anton Gerashchenko, conselheiro do Ministério do Interior da Ucrânia, Olga Semidyanova é uma heroína nacional. A ucraniana já havia recebido o título de Mãe Heroína, honra concedida às mães de mais de cinco filhos. Além de seus seis filhos biológicos, ela adotou seis órfãos de um orfanato local.

Além de Semidyanova, outras vítimas foram homenageadas na última quarta-feira, entre elas estão Roman Rak e Mykola Mykytiuk, que morreram após ataques com mísseis de cruzeiro a uma base militar, no domingo (13), a 19 km da fronteira com a Polônia. Além deles, outras 33 pessoas morreram e 135 ficaram feridas devido ao ataque.

Postar um comentário

0 Comentários