Putin diz que sanções contra a Rússia são ‘tentativa de guerra’

Foto: Ramil SITDIKOV / SPUTNIK / AFP

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, afirmou neste sábado, 5, que as sanções econômicas contra o país são indicativo de uma tentativa de guerra. “Muitas coisas que estão acontecendo são formas de criar um conflito maior contra a Rússia. Essas sanções são um indicativo de uma tentativa de guerra. Isso é uma ameaça não só para a gente, mas para todos”, declarou. O presidente também disse que a Rússia “tentou fazer de tudo para estabelecer o caminho da paz” e faz tentativas de negociação. “As nossas propostas estão na mesa.

O grupo de negociação está ativo e esperamos por uma solução”, destacou Putin. “Se formos continuar da forma como estamos, a Ucrânia está colocando em risco seu próprio futuro, seu próprio governo”, acrescentou. O presidente também comentou o cessar-fogo parcial na cidade de Mariupol.

A prefeitura acusou as tropas russas de não respeitarem a medida e adiou a retirada dos civis. Putin, no entanto, afirma que os ucranianos estão fechando a saída dos moradores. “Me ligaram do governo de Kiev e pediram um corredor para saída dos civis. Nós imediatamente paralisamos as atividades, só que eles não estão deixando ninguém sair. Estão fechando a saída dos civis, mas é logico que são os neonazistas que estão fazendo isso”, ressaltou.

Postar um comentário

0 Comentários